15:02 26 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    15141
    Nos siga no

    Hillary Clinton falou com a presidente da Câmara dos EUA, Nancy Pelosi, em seu podcast sobre a invasão ao Capitólio e sugeriu que o presidente da Rússia, Vladimir Putin, poderia ter recebido atualizações sobre o caos do presidente Donald Trump.

    Clinton, ex-secretária de Estado dos EUA, que apresenta o podcast You And Me Both (Você e Eu Ambos na tradução), disse à presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, que estaria interessada em obter os registros telefônicos de Trump para saber se ele estava ao telefone com Putin enquanto o Capitólio era invadido.

    "Gostaria de ver seus registros telefônicos para saber se ele estava falando com Putin no dia em que os rebeldes invadiram nosso Capitólio", disse Clinton.

    Ela perguntou a Pelosi se a presidente acredita que o país se beneficiaria com uma investigação semelhante a que foi realizada após os ataques de 11 de setembro de 2001 para descobrir o que exatamente levou à invasão ao edifício do Congresso.

    Pelosi destacou que é favorável à comissão investigativa e lembrou ter dito ao presidente que "com você, senhor presidente [Donald Trump], todos os caminhos levam a Putin".

    "Eu não sei o que Putin tem sobre ele [Trump] política, financeira ou pessoalmente, mas o que se passou na semana passada foi um presente para Putin, porque o presidente russo quer minar a democracia em nosso país e em todo o mundo", afirmou Pelosi.

    A presidente da Câmara dos Representantes classificou os participantes da invasão ao Capitólio como "fantoches de Putin".

    ​O Congresso precisa estabelecer um órgão investigativo como a Comissão do 11 de setembro para determinar os laços de Trump com Putin, para que possamos reparar os danos à nossa segurança nacional e evitar que um fantoche ocupe a presidência novamente.

    "Então sim, devemos ter uma Comissão do 11 de setembro [Comissão Nacional sobre Ataques Terroristas nos EUA] e há forte apoio no Congresso para que seja realizada", concluiu Pelosi.

    Mais:

    Eventos nos EUA mostram que gigantes da tecnologia 'ignoram' Constituição do país, afirma Lavrov
    FBI revista militares da Guarda Nacional por temer ataque interno durante posse de Biden, diz mídia
    Trump quer saber quem foram os 10 republicanos que votaram contra ele no processo de impeachment
    FBI oferece US$ 10 mil por informações sobre veículo roubado da Guarda Nacional
    Adeptos do QAnon querem se infiltrar na posse de Biden disfarçados de Guarda Nacional, diz jornal
    Tags:
    Hillary Clinton, Donald Trump, Vladimir, Nancy Pelosi, Washington, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar