04:09 24 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Coronavírus no mundo em meados de janeiro de 2021 (81)
    0 30
    Nos siga no

    No domingo (17), os Estados Unidos registraram quase 200 mil novos casos de COVID-19 e mais de 3,2 mil mortes causadas pela doença.

    De acordo com os dados da Universidade Johns Hopkins, os EUA registraram cerca de 198 mil casos da doença no domingo (17), chegando a um total de 23.760.080 casos registrados. Os EUA, que são o país com mais casos e mortes pela doença, somam ainda 395.851 óbitos por COVID-19.

    As autoridades dos Estados Unidos começaram as campanhas de vacinação contra a COVID-19 em todo o país em dezembro de 2020, mas a implantação se mostrou mais lenta do que os números projetados anteriormente. Apesar disso, mais de 12 milhões de pessoas já foram vacinadas no país - o maior número de pessoas vacinadas no mundo, segundo os dados do site Our World in Data. Os EUA têm uma população de cerca de 330 milhões de pessoas, a terceira maior do planeta.

    Idosos fazem fila para receber vacina contra COVID-19, em Sarasota, Flórida, EUA, 4 de janeiro de 2021
    © REUTERS / Octavio Jones
    Idosos fazem fila para receber vacina contra COVID-19, em Sarasota, Flórida, EUA, 4 de janeiro de 2021

    Mesmo com o avanço da vacinação nos EUA, o país vive o pior momento da pandemia. Desde meados de novembro, os novos casos avançam em todo o país e são registrados recordes de mortes diárias. Na terça-feira (12) os EUA chegaram a registrar quase 4,5 mil mortes. No início do ano, em 2 de janeiro, o país registrou um recorde de mais de 302 mil casos da doença.

    Na próxima quarta-feira (20), o presidente eleito dos EUA, Joe Biden, tomará posse e, segundo suas promessas, concentrará esforços no controle da pandemia. Biden chegou a prometer que vacinará 100 milhões de cidadãos norte-americanos nos primeiros 100 dias de sua administração.

    Em todo o mundo, ainda segundo a Universidade Johns Hopkins, a pandemia já infectou mais de 95 milhões de pessoas e matou 2.030.668 vezes.

    Tema:
    Coronavírus no mundo em meados de janeiro de 2021 (81)

    Mais:

    'Não tenho confiança neles': Irã proíbe importação de vacinas contra COVID-19 dos EUA e Reino Unido
    Biden recebe vacina contra COVID-19 nos EUA e diz que 'não há nada a temer'
    Mesmo na pandemia, PIB da China sobe 2,3% em 2020, diz governo chinês
    Tags:
    EUA, COVID-19, Joe Biden
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar