09:58 28 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    0 03
    Nos siga no

    O Departamento de Justiça dos EUA não espera acusações relacionadas à invasão do Capitólio contra o presidente Donald Trump, assinalou nesta sexta-feira (8) aos jornalistas o procurador assistente Ken Kohl.

    "Não esperamos nenhuma acusação dessa natureza", disse Kohl, após ser questionado durante uma teleconferência, segundo a publicação New York Daily News, para explicar a possibilidade "de o presidente ou as pessoas que estiveram no palco com ele naquele comício" enfrentarem acusações "relacionadas à incitação à violência".

    Na quarta-feira (6), o Congresso dos EUA convocou uma sessão conjunta para certificar a vitória de Joe Biden na eleição presidencial de 3 de novembro.

    Antes da sessão, Trump falou com seus apoiadores em um comício perto da Casa Branca e pediu aos participantes que marchassem até o Capitólio para "lutar" contra os resultados da eleição.

    No entanto, depois que os manifestantes entraram no Capitólio, e depois da confusão que resultou em cinco mortes e deixou vários feridos, Trump pediu que seus apoiadores respeitassem a lei e voltassem para suas casas.

    Mais:

    Trump jura dar 'voz' a seus apoiadores e declara que não vai assistir à posse de Biden
    Trudeau diz que Trump é culpado de ataque ao Capitólio dos EUA
    Impeachment de Trump dividirá ainda mais os americanos, diz líder republicano
    Tags:
    violência, manifestação, Capitólio dos EUA, Donald Trump, Departamento de Justiça dos EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar