15:01 15 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    110
    Nos siga no

    O secretário interino de Defesa, Chris Miller, condenou a violência de quarta-feira (6) no Capitólio e prometeu uma transferência pacífica do poder para o presidente eleito Joe Biden.

    "A violência de ontem no Capitólio foi abominável e contrária aos fundamentos da constituição dos EUA", disse Miller em um comunicado.

    De acordo com ele, a transferência de poder para o presidente eleito Joe Biden será realizada de maneira pacífica em 20 de janeiro. 

    "Condeno veementemente os atos de violência contra nossa democracia. Eu e as pessoas que lidero no Departamento de Defesa continuaremos cumprindo nossas responsabilidades de acordo com nosso juramento e cumpriremos a consagrada transferência pacífica de poder para o presidente eleito Biden em 20 de janeiro", acrescentou.

    Na última quarta-feira (6), partidários do atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que se reuniram em Washington para se manifestar em seu apoio, invadiram o prédio do Congresso dos EUA, interrompendo a sessão que deveria aprovar os resultados das últimas eleições.

    Como resultado, houve confronto com policiais que usaram gás lacrimogêneo e granadas de efeito moral para dispersar os manifestantes. De acordo com a polícia de Washington, quatro pessoas foram mortas nos protestos, uma delas dentro do Capitólio após levar um tiro.

    Mais:

    Araújo chama invasores do Capitólio de 'cidadãos do bem' e questiona presença de 'infiltrados'
    De invasão britânica a ocupação pró-Trump: casos em que Capitólio foi visado
    Presidente da Câmara dos EUA pede renúncia de chefe de polícia do Capitólio
    Pesquisa: 63% dos norte-americanos culpam Trump pela invasão ao Capitólio
    Tags:
    Pentágono, Joe Biden, Congresso dos EUA, Polícia do Capitólio, Capitólio dos EUA, Capitólio, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar