18:32 25 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    0 0 0
    Nos siga no

    A secretária de Transporte dos EUA, Elaine Chao, disse nesta quinta-feira (7) que renunciará ao cargo, citando como motivo a invasão do Capitólio por partidários violentos do presidente Donald Trump.

    Chao, que também é esposa do líder da maioria republicana no Senado, Mitch McConnell, é a primeira secretária do gabinete a anunciar sua saída após os eventos. Muitos funcionários do baixo escalão do governo também afirmaram que vão renunciar a seus cargos, entre os quais estão vários assessores da Casa Branca.

    Chao disse que sua renúncia entraria em vigor na próxima segunda-feira (11), apenas nove dias antes de Trump deixar o cargo. Ela disse que o ataque ao Capitólio lhe causou "uma profunda perturbação, de maneira que simplesmente não posso deixar de lado".

    Servir ao Departamento de Transporte dos EUA tem sido a honra de uma vida toda.

    Chao, ex-secretária do Trabalho e subsecretária de Transporte de governos republicanos anteriores, liderou o departamento por quatro anos e disse que ajudaria seu sucessor, o ex-candidato presidencial democrata Pete Buttigieg, que foi recentemente anunciado pelo presidente eleito Joe Biden, "a assumir a responsabilidade de dirigir este departamento maravilhoso".

    Em uma entrevista à agência Reuters em 31 de dezembro, Chao disse que planejava permanecer no cargo até 20 de janeiro, quando o presidente eleito democrata deverá assumir o cargo.

    Além disso, um funcionário do governo disse que pode haver renúncias adicionais de integrantes do gabinete antes da próxima segunda-feira (11), segundo a Reuters.

    Mais:

    Polícia apreende 5 armas e prende pelo menos 13 após invasão ao Capitólio
    Apoiadores de Donald Trump protestam e tomam Capitólio
    Congressistas dos EUA pedem destituição de Trump após invasão do Capitólio
    Tags:
    Departamento de Transportes dos EUA, Donald Trump, violência, Capitólio dos EUA, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar