09:14 28 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    3130
    Nos siga no

    O ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, declarou nesta segunda-feira (4) que as estratégias de agressão dos EUA contra o país sul-americano fracassaram.

    O ministro venezuelano respondeu a uma mensagem publicada pelo secretário de Estado, Mike Pompeo, na qual destacou que o Departamento de Estado trabalhou para construir uma coalizão de mais de 60 países contra o governo de Nicolás Maduro e a favor da oposição Juan Guaidó.

    "As estratégias de pressão e agressão de Donald Trump e Mike Pompeo, como sanções ilegais contra o povo venezuelano, golpes, governo fictício, extorsão internacional, operações com mercenários, entre outros, fracassaram miseravelmente", afirmou o chanceler.

    Em dezembro, Pompeo garantiu que os Estados Unidos continuariam apoiando Guaidó e a Assembleia Nacional que ele presidiu. Guaidó e um grupo de parlamentares aprovaram a reforma do estatuto de transição da Assembleia Nacional para prorrogar seu mandato por mais um ano.

    O Supremo Tribunal de Justiça declarou nula a reforma, alegando que a medida não teria efeitos jurídicos, anulando também qualquer ação que pudesse ser realizada pelos deputados da diretoria do parlamento.

    Mais:

    Biden deve buscar solução para crise da Venezuela sem exigir renúncia de Maduro, aponta mídia
    Emirados Árabes Unidos surgem como opção para venda de petróleo da Venezuela após sanções dos EUA
    Venezuela anuncia semana de quarentena radical no início de janeiro
    'Economia 100% digital': Maduro revela plano para salvar Venezuela da hiperinflação
    Tags:
    agressão, Juan Guaidó, Nicolás Maduro, EUA, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar