18:09 25 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    8651
    Nos siga no

    Mike Pompeo incluiu a Rússia na lista dos inimigos dos Estados Unidos e declarou que é possível afirmar sobre a participação da Rússia de ataques cibernéticos em grande escala contra sistemas de instituições governamentais dos EUA.

    O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, afirmou que a Rússia faz parte da lista dos inimigos dos Estados Unidos durante sua entrevista no programa de rádio Mark Levin Show, citada pelo Departamento de Estado dos EUA.

    "Sou constantemente preguntado quem é nosso inimigo e a resposta é que há muitos que querem minar nosso modo de vida, nossa república, os princípios básicos democráticos. A Rússia está seguramente nessa lista", disse Pompeo.

    Além disso, o secretário de Estado relembrou os relatos da mídia sobre a ligação da Rússia aos ataques cibernéticos.

    Pompeo declarou que se pode afirmar sobre a participação da Rússia dos ataques cibernéticos contra instituições governamentais.

    O secretário de Estado declarou que foram feitos esforços consideráveis para uso de parte do software por terceiros, para inserir um código em sistemas do governo dos EUA e em sistemas de empresas privadas, como é sabido agora.

    "Foram esforços muito consideráveis e acredito que agora podemos dizer com bastante certeza que foram os russos que realizaram essa atividade", segundo secretário de Estado.

    Anteriormente foi revelado um ataque cibernético em grande escala via software da empresa SolarWinds. As autoridades norte-americanas acreditam que o objetivo principal dos ataques eram instituições governamentais.

    Entre as vítimas do ataque estão os departamentos de Defesa, do Tesouro, de Segurança Interna, do Comércio e também o Departamento de Estado.

    Na mídia o ataque foi ligado à Rússia, mas não foram apresentadas quaisquer provas disso. O porta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov, declarou que a Rússia não tem nada a ver com isso.

    Mais:

    EUA podem impor sanções contra Índia assim que país receber S-400 da Rússia, diz ex-conselheiro
    Como EUA podem acelerar capacidades de defesa para 'acompanhar ritmo' da China e Rússia no Ártico?
    'Rússia é desafio à segurança': general americano avalia 'ameaças' russas e chinesas para EUA
    Chancelaria da Rússia apela para retirada total de armas nucleares dos EUA da Europa
    Tags:
    Departamento de Estado, cibersegurança, ataque cibernético, inimigo, Mike Pompeo, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar