15:21 17 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Coronavírus no mundo em meados de dezembro (87)
    423
    Nos siga no

    A empresa americana de biotecnologia Moderna teve que jogar fora 400.000 doses de sua vacina experimental contra COVID-19 devido a problemas nas fases finais de sua fabricação, escreve Bloomberg.

    Moncef Slaoui, imunologista e o principal conselheiro científico do programa estatal Operação Warp Speed para o desenvolvimento e distribuição da vacina, falou em entrevista à agência sobre o surgimento de um pequeno problema na fabricação da vacina da Moderna.

    As 400 mil doses, que não tinham sido colocadas em frascos, faziam parte de um lote maior de 1,4 milhão de doses, comentou Slaoui.

    No entanto, a Moderna continua no caminho certo para atender sua produção estimada de 20 milhões de doses neste mês e entre 85 e 100 milhões para os EUA projetadas para o primeiro trimestre de 2021, de acordo com Ray Jordan, porta-voz da empresa.

    Os problemas que surgiram nas fases finais do processo de produção são relacionados com a "filtração", explicou o imunologista.

    Ele ressaltou que tais anomalias são características para processos tecnológicos de tal complexidade.

    Nesta sexta-feira (18), o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou a aprovação da vacina da Moderna contra a COVID-19, bem como sua distribuição imediata.

    Tema:
    Coronavírus no mundo em meados de dezembro (87)

    Mais:

    STF decide que vacina será obrigatória: quem se recusar a tomar pode sofrer medidas restritivas
    Lewandowski autoriza estados e municípios a importarem vacinas caso Anvisa descumpra prazo
    Portugal afirma que terá vacinas contra COVID-19 suficientes para toda a população
    Tags:
    medicamentos, EUA, vacina, COVID-19, vacinação
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar