23:22 15 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Coronavírus no mundo em meados de dezembro (87)
    2100
    Nos siga no

    A Aerolineas Argentinas viajará a Moscou no dia 23 de dezembro e retornará no dia seguinte com um lote de doses da vacina Sputnik V contra a COVID-19, anunciou o governo argentino à Sputnik.

    "A ideia é que (a aeronave) saia no dia 23 e volte no dia 24, se tudo correr conforme o planejado" ,informou o Poder Executivo argentino nesta quinta-feira (17).

    Um pouco antes, Cecilia Nicolini, assessora do presidente Alberto Fernández, já havia dito que tinha esperança de que o primeiro lote da vacina russa chegasse à Argentina antes do Natal.

    Cecilia lembrou que, como prometeu o governo argentino, são doses do componente da vacina para imunizar 300 mil pessoas.

    "Estamos fazendo todo o possível para que na próxima semana eu possa estar na Argentina [...]. Estamos trabalhando nisso e temos certeza que será possível na próxima semana, então pode ser antes do Natal. É isso que esperamos e estamos trabalhando nestes dias", declarou Cecilia, que está em Moscou finalizando os detalhes do fornecimento da vacina a seu país.
    Agente da saúde da cidade de Minsk, Bielorrússia, vacinando voluntários com a vacina russa Sputnik V contra a COVID-19
    © Sputnik
    Vacinação de voluntários com a vacina russa Sputnik V contra a COVID-19 na Bielorrússia

    Na quinta-feira passada (10), ao anunciar a assinatura do acordo com a Rússia, o presidente Alberto Fernández havia antecipado que antes do final do ano chegariam 600 mil doses, com as quais 300 mil pessoas poderiam ser vacinadas.

    O contrato assinado entre Rússia e Argentina prevê que, entre janeiro e fevereiro, cheguem mais 20 milhões de doses. Para março, o governo argentino fechou acordo de preferência para poder vacinar mais cinco milhões de pessoas.

    Tema:
    Coronavírus no mundo em meados de dezembro (87)

    Mais:

    Senado argentino sanciona imposto sobre grandes fortunas para cobrir gastos com pandemia da COVID-19
    Argentina espera chegada da Sputnik V em 23 de dezembro
    Judiciário na Argentina determina que corpo de Maradona seja conservado para testes de paternidade
    Tags:
    relações exteriores, Sputnik V, vacina, novo coronavírus, COVID-19, saúde, Rússia, Argentina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar