11:37 13 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Coronavírus no mundo em meados de dezembro (87)
    0 33
    Nos siga no

    Profissionais de saúde, idosos mais vulneráveis e indígenas que vivem em reservas isoladas serão os primeiros a serem vacinados no país.

    A primeira vacina contra a COVID-19 foi administrada no Canadá nesta segunda-feira (14), dando início a uma campanha de vacinação que deve durar um ano. 

    A primeira dose foi para Anita Quidangen, uma cuidadora que trabalha em uma casa de repouso para idosos sem fins lucrativos em Toronto, a maior cidade do Canadá.

    "Gosto de dizer que este é o tiro que será ouvido em todo o mundo", disse Kevin Smith, presidente e diretor executivo da University Health Network, que administra o lar de idosos, depois que a injeção foi administrada.

    O vice-presidente da University Health Network, Brad Wouters, comemorou a aplicação da vacina no Twitter:

    ​E aí está - a primeira vacina aprovada contra a COVID-19 no Canadá ⁦@UHN! Faltam 20.000.000

    No Canadá, 13.489 pessoas morreram por complicações da COVID-19 – 60% das mortes ocorreram em residências para idosos.

    O primeiro-ministro do país, Justin Trudeau, afirmou que os primeiros beneficiários das vacinas serão os profissionais de saúde, os idosos mais vulneráveis e os indígenas que vivem em reservas isoladas.

    O Canadá é o terceiro país a administrar doses da vacina da Pfizer em sua população. Também nesta segunda-feira (14), a vacinação teve início nos Estados Unidos, com o mesmo imunizante. Na semana passada, o Reino Unido foi o primeiro país a começar a imunizar a população com a vacina da Pfizer.

    Tema:
    Coronavírus no mundo em meados de dezembro (87)

    Mais:

    Datafolha: sobe para 22% o número de brasileiros que não querem vacina contra COVID-19
    Demora da vacina é maior erro político de Bolsonaro e pode prejudicar reeleição em 2022, afirma Maia
    Filho de Nicolás Maduro declara Rússia como 'baluarte' da medicina após ser vacinado com Sputnik V
    Após dar aval à Pfizer, Bahrein aprova vacina chinesa da Sinopharm contra a COVID-19
    Tags:
    Pfizer, pandemia, COVID-19, novo coronavírus, vacina, Canadá
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar