14:41 17 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    4528
    Nos siga no

    A ideia de uma consulta popular foi proposta pela primeira vez em agosto pelo líder da oposição, Juan Guaidó. Ao longo da votação, organizadores relataram incidentes em 11 dos 24 estados da Venezuela.

    A oposição ao governo de Nicolás Maduro concluiu neste sábado (12) uma "consulta popular" para mostrar repúdio à gestão do presidente venezuelano. Os aliados de Guaidó já haviam boicotado o pleito para o Congresso no domingo (6) passado. 

    De acordo com a Reuters, a consulta, que começou virtualmente na segunda-feira (7) e terminou no sábado (12) com votação presencial, tinha como objetivo mostrar a força da oposição e reforçar seus laços com milhões de venezuelanos, inclusive os que vivem fora do país.

    Juan Guaidó, líder da oposição venezuelana (foto de arquivo)
    © AP Photo / Andrea Hernandez Briceño
    Juan Guaidó, líder da oposição venezuelana (foto de arquivo)
    Organizadores relataram confrontos com a polícia e problemas com partidários de Maduro, que removeram do ar alguns sites da oposição para a votação informal.

    Na última quinta-feira (10), Maduro criticou a iniciativa e disse que "nenhuma consulta na Internet tem estatuto constitucional".

    Blanca Marmol, uma ex-magistrada venezuelana que ajudou a organizar o esforço, disse em uma entrevista coletiva que "este é, quero enfatizar, o último recurso que temos na Constituição".

    As eleições legislativas do último domingo (6), que foram boicotadas pela oposição, devolveram o Congresso aos aliados de Maduro. Com a maioria no parlamento, o desafio é comandar uma economia em ruínas em meio às agressivas sanções dos EUA, que sufocam as exportações de petróleo do país.

    Mais:

    Vice-presidente da Venezuela rotula Guaidó como 'fracasso político mais estrondoso' dos EUA
    Partido de Maduro obtém 91% dos assentos da Assembleia Nacional da Venezuela
    Irã envia maior flotilha de navios cisterna à Venezuela contra sanções dos EUA
    Venezuela planeja aquisição de vacina Sputnik V e imunização em massa
    Tags:
    oposição, Nicolas Maduro, Governo da Venezuela, Venezuela, Juan Guaido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar