19:01 28 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Coronavírus no mundo em meados de dezembro (87)
    0 60
    Nos siga no

    O governo da Venezuela estuda junto à Rússia a compra da vacina Sputnik V, para imunização massiva de seus cidadãos, disse nesta sexta-feira (11) a vice-presidente venezuelana Delcy Rodriguez.

    A vice-presidente afirmou ainda que se reuniu com autoridades russas, durante viagem a Moscou, para formalizar acordo para compra da vacina contra o coronavírus.

    "Em minha visita para Moscou nos reunimos com as autoridades para ver o processo de aquisição para a vacinação massiva no próximo ano na Venezuela, estimamos que, a partir de abril, poderemos estar vacinando a população", disse Rodriguez em entrevista para o site Opera Mundi.

    Além disso, a vice-presidente expressou sua confiança na segurança da vacina russa, que está na fase três de testes clínicos na Venezuela. 

    "Participamos da terceira fase clínica da vacina Sputnik V da Rússia. É uma vacina que, à medida que avançam os estudos, aumenta o seu nível de segurança. É muito segura, na Venezuela estamos vacinando 2.000 pessoas nesse estudo", disse. 

    Dez milhões de doses

    Recentemente, após a visita de Rodriguez a Moscou, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou que seu país garantirá dez milhões de doses da Sputnik V para 2021. 

    Além disso, a vice-presidente disse que a Venezuela está conversando com autoridades da China e Cuba para a compra de vacinas contra o coronavírus. 

    Rodriguez disse ainda que a curva de contágios da COVID-19 na Venezuela está estável devido às medidas de segurança implementadas pelo governo. A Venezuela foi o primeiro país da América Latina a adquirir a Sputnik V para estudos clínicos. 

    Na quinta-feira (10), o presidente da Argentina, Alberto Fernández, anunciou a assinatura de contrato de compra da vacina russa.

    Tema:
    Coronavírus no mundo em meados de dezembro (87)

    Mais:

    Secretário de Cultura Mário Frias passa bem após princípio de infarto
    PGR autoriza apuração sobre uso de Abin por defesa de Flávio Bolsonaro
    Paulo Guedes diz que vacinação em massa contra COVID-19 deve custar R$ 20 bilhões
    Tags:
    vacina, Sputnik V, Rússia, Delcy Rodriguez, Venezuela, pandemia, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar