18:50 25 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    161
    Nos siga no

    O presidente da Bolívia, Luis Arce, viajará ao Brasil nas próximas semanas para fazer um check-up médico periódico já como paciente recuperado de câncer.

    A informação foi dada pela ministra da Presidência (equivalente a ministro-chefe da Casa Civil), María Nela Prada, à mídia local.

    "Antes do final do ano ele tem que viajar ao Brasil, vamos divulgar [a data] depois que estiver marcado o exame médico de rotina, que é feito todos os anos, por uma questão de responsabilidade e prevenção", disse Prada em declarações veiculadas pela rede Gigavisión.

    Arce, de 57 anos, foi diagnosticado com câncer renal em 2017, pelo que teve que deixar o cargo de ministro da Economia, que ocupava desde 2006, e viajou ao Brasil em busca de tratamento médico, que segundo seus familiares foi bem-sucedido.

    ​De volta ao mesmo cargo de governo em 2019, Arce foi um dos ministros de Evo Morales (2006-2019) que buscou asilo na Embaixada do México em La Paz após a renúncia do presidente em novembro daquele ano.

    Devido à urgência do tratamento médico, ele pôde viajar ao México com salvo-conduto humanitário para retornar à Bolívia no início de 2020 como candidato à presidência do Movimento pelo Socialismo (MaS).

    Prada garantiu que o presidente está totalmente recuperado do câncer, para surpresa até de seus médicos, embora deva se submeter a exames preventivos anuais.

    Luis Arce, presidente da Bolivia, e seu vice David Choquehuanca
    © REUTERS / David Mercado
    Presidente boliviano Luis Arce e seu vice David Choquehuanca na varanda do Palácio Presidencial de La Paz, Bolívia
    "Para mim é um milagre. Deus, Pachamama ou o que quer que você acredite define certos desígnios na vida das pessoas", disse o ministro.

    Durante a eventual ausência de Arce, a presidência boliviana ficará a cargo do vice-presidente David Choquehuanca.

    Mais:

    Luis Arce diz que espera melhora nas relações com os EUA após eleição de Biden
    Governo Arce é mais um teste para capacidade de Bolsonaro negociar acima de divergência política
    Em um mês, Luis Arce 'estabilizou a economia', afirma ex-ministro boliviano
    Tags:
    cura, tratamento, Brasil, doença, câncer, presidente, saúde, governo, Bolívia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar