06:34 23 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    9548
    Nos siga no

    Os EUA podem sancionar a Rússia pela atual crise na Síria, disse nesta quarta-feira (9) o subsecretário de Estado Joel Rayburn durante audiência no Congresso norte-americano.

    "Isso [as sanções à Rússia] continua sendo uma possibilidade clara", disse o funcionário ao responder sobre o motivo pelo qual esse país não foi sancionado pela Lei de César, que sanciona o governo sírio por crimes contra sua população e sob os quais Já foram aplicadas cerca de 90 sanções, para pessoas físicas e jurídicas, a maioria delas na Síria.

    Rayburn, enviado especial dos EUA para a Síria, havia dito anteriormente que os EUA poderiam estender o escopo dessa lei para designar pessoas e entidades que não sejam desse país.

    Edifícios no subúrbio de Damasco destruídos no decorrer da guerra civil na Síria (imagem referencial)
    © Sputnik
    Edifícios no subúrbio de Damasco destruídos no decorrer da guerra civil na Síria (imagem referencial)

    Na segunda-feira (7), o funcionário esteve no nordeste da Síria, onde se encontrou com líderes da coalizão antiterrorismo e membros da oposição, informou o Departamento de Estado na terça-feira (8).

    Antes de sua chegada à Síria, Rayburn esteve em Israel, Turquia e Egito, onde destacou a necessidade de se chegar a uma solução política duradoura e pacífica para a crise na Síria, alinhada com a resolução 2.254 do Conselho de Segurança da ONU.

    Além disso, nos dias 4 e 5 de dezembro, Rayburn participou do diálogo Manama no Bahrein, organizado pelo Instituto Internacional de Estudos de Segurança, onde conversou com os chanceleres daquele país, do Iraque e da Jordânia.

    Mais:

    Síria faz apelo global por condenação da morte de físico iraniano e pelo combate ao terrorismo
    Criança morre devido à falta de atendimento médico em campo de refugiados na Síria
    'Meta dos EUA na Síria era impedir que Assad restaurasse controle do país', diz ex-enviado de Trump
    Tags:
    relações exterirores, guerra, ONU, Congresso dos EUA, Síria, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar