12:53 13 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    17416
    Nos siga no

    O secretário de Estado norte-americano afirmou ainda em comunicado que os EUA seguem reconhecendo Juan Guaidó como o líder venezuelano.

    O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, condenou as eleições legislativas realizadas na Venezuela neste domingo (6). Em nota enviada à imprensa, Pompeo afirmou que a eleição é "fraudulenta".

    No comunicado, Pompeo disse que, "o regime ilegítimo de Maduro na Venezuela encenou uma farsa política que pretendia parecer eleições legislativas", conforme noticia a Reuters.

    "Os Estados Unidos, junto com várias outras democracias ao redor do mundo, condenam essa farsa que falhou em atender um padrão mínimo de credibilidade", disse Pompeo no comunicado.

    O secretário de Estado norte-americano afirmou ainda que os EUA "continuarão a reconhecer o presidente interino Juan Guaidó e a legítima Assembleia Nacional" como as lideranças venezuelanas.

    Secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, fala com a imprensa em Washington
    © AP Photo / Manuel Balce Ceneta
    Secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, fala com a imprensa em Washington

    As eleições legislativas na Venezuela foram realizadas neste domingo (6). Segundo dados do Conselho Nacional eleitoral (CNE), a coalizão de partidos que apoia o presidente Nicolás Maduro, o Grande Polo Patriótico (GPP), obteve 67,6% dos votos no pleito, em contraste com os 17,95% da Ação Democrática (AD), uma aliança da oposição.

    Apesar da confortável vitória da coalizão pró-governo, somente 31% dos eleitores participaram das eleições legislativas.

    Assim como os Estados Unidos, o Brasil e outros 15 países das Américas não reconhecem as eleições como legítimas.

    Mais:

    Representante dos EUA exorta a próxima administração Biden a manter pressão sobre Venezuela
    Eleições na Venezuela: Leopoldo López afirma que Nicolás Maduro vai cometer fraude
    Observadores russos chegam à Venezuela para monitorar eleições parlamentares
    Irã envia uma dezena de petroleiros com combustível à Venezuela, revela Bloomberg
    Eleições na Venezuela: oposição afirma que participação nas primeiras horas é inferior a 3%
    Tags:
    Nicolas Maduro, eleições, Venezuela, Estados Unidos, Mike Pompeo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar