11:50 13 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    4182
    Nos siga no

    O ministro das Relações Exteriores venezuelano Jorge Arreaza respondeu aos comentários feitos pelo secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, a respeito do pleito de hoje (6) para a Assembleia Nacional da Venezuela.

    Em um tweet publicado neste domingo (6), Pompeo desafiou a legitimidade da eleição parlamentar na Venezuela.

    ​A fraude eleitoral da Venezuela já foi cometida. Os resultados anunciados pelo regime ilegítimo de Maduro não refletirão a vontade do povo venezuelano. O que está acontecendo hoje [6] é uma fraude e uma farsa, não uma eleição.

    Respondendo às afirmações do secretário de Estado norte-americano, Arreaza disse no Twitter que as tentativas dos EUA de exercerem influência política na Venezuela falharam.

    Um zumbi falou! No entanto, segundo o chefe dele, houve fraude nas eleições nos EUA. Secretário Pompeo, aceite a verdade com calma e resignação: na Venezuela, o seu fracasso é absoluto. Temos esperança de que logo a diplomacia retornará ao Departamento de Estado e à Casa Branca.

    Mais de 100 partidos políticos e associações participam das eleições parlamentares deste domingo (6) na Venezuela. O bloco de oposição de Juan Guaidó, um líder golpista fracassado, se recusou a participar do pleito. O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, disse, por sua vez, que está pronto para renunciar se a oposição vencer as eleições.

    Maduro votou na manhã de hoje (6) e pediu a todas as forças políticas que se engajassem em um diálogo nacional inclusivo após as eleições.

    Em janeiro de 2019, a Venezuela mergulhou em uma crise política quando o então chefe da Assembleia Nacional controlada pela oposição, Juan Guaidó, se proclamou presidente interino, em uma tentativa de destituir o presidente reeleito Maduro. Os Estados Unidos e a maioria dos países ocidentais endossaram Guaidó e impuseram sanções contra a Venezuela. Por outro lado, Rússia, China, Turquia e vários outras nações apoiam Maduro.

    Mais:

    Eleições na Venezuela: Leopoldo López afirma que Nicolás Maduro vai cometer fraude
    Observadores russos chegam à Venezuela para monitorar eleições parlamentares
    Eleições na Venezuela: oposição afirma que participação nas primeiras horas é inferior a 3%
    Tags:
    Jorge Arreaza, Mike Pompeo, EUA, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar