07:58 20 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    0 72
    Nos siga no

    O governo do Uruguai pretende reforçar as estruturas do Mercosul apesar das diferenças entre os dois maiores membros do bloco, afirmou vice-presidente do país.

    Em uma entrevista exclusiva para a Sputnik, a vice-presidente uruguaia, Beatriz Argimón, comentou os objetivos do país para o bloco sul-americano e a situação atual na Venezuela.

    Argimón salientou que Montevideo possui um especial interesse em fortalecer o Mercosul apesar das tensões entre os governos da Argentina e Brasil.

    "Nós assumimos há pouco tempo, e as relações entre Argentina e Brasil já tinham algum problema. Não descartamos fortalecer os vínculos que o Uruguai tem com ambos os países para avançar em um Mercosul mais forte", disse.

    As relações entre Brasília e Buenos Aires passam por um momento de tensões, especialmente após a vitória eleitoral do atual presidente argentino Alberto Fernández, criticado abertamente por seu par brasileiro Jair Bolsonaro.

    Sede do Mercosul
    Sede do Mercosul

    Em 28 de outubro de 2019, Bolsonaro afirmou que os argentinos escolheram "mal" ao dar a vitória ao peronista Fernández nas eleições presidenciais, o que derivou em uma série de tensões bilaterais.

    O Mercosul é integrado pela Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela (atualmente suspensa) e a Bolívia em processo de ingresso como membro pleno.

    Venezuela

    Com respeito à Venezuela, Argimón definiu o governo de Nicolás Maduro como uma "ditadura", e salientou o Parlamento uruguaio trabalha em diferentes sistemas a nível internacional para "garantir a democracia" nessa nação caribenha.

    "Para nosso governo, na Venezuela existe uma ditadura, e para nós também é indispensável avançar em eleições livres de uma vez por todas", expressou.

    Mais:

    Políticas de Bolsonaro e pandemia dificultam implementação do acordo do Mercosul com União Europeia
    Uruguai veta turismo durante o verão devido à pandemia
    Fernández quer que Bolívia se torne membro pleno do Mercosul
    Tags:
    Argentina, Brasil, vice-presidente, política, democracia, Mercosul, Uruguai
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar