00:03 16 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    COVID-19 no mundo no fim de novembro (67)
    0 81
    Nos siga no

    O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou neste domingo (29) a suspensão do toque de recolher nos municípios fronteiriços com Brasil e Colômbia, decretado há seis meses por causa da pandemia de COVID-19.

    Maduro destacou que o controle na fronteira, que vem sendo feito desde março, quando foi decretado o estado de emergência para a pandemia, vai continuar.

    "Decidi que, a partir de amanhã [30] será levantado o toque de recolher nos municípios fronteiriços com a Colômbia e o Brasil, vamos manter o controle epidemiológico", anunciou o presidente venezuelano em cadeia de rádio e televisão.

    Apenas as restrições comerciais e de circulação entre 10h e 16h locais (11h e 17h em Brasília) foram retiradas, enfatizou o chefe de Estado.

    Jornada de trabalho para fazer um balanço da luta contra a COVID-19.

    As medidas estabelecem que todos aqueles que entram pela fronteira com Brasil e Colômbia devem permanecer em isolamento preventivo obrigatório por 14 dias, em áreas designadas pelo governo venezuelano, onde é realizada a vigilância epidemiológica preventiva.

    Por sua vez, a vice-presidente Delcy Rodríguez informou que 280 casos de COVID-19 foram registrados nas últimas 24 horas, dos quais 93 são no distrito da capital Caracas.

    Além disso, ela detalhou que duas pessoas perderam a vida e garantiu que a taxa de recuperação no país permanece em 95%.

    Tema:
    COVID-19 no mundo no fim de novembro (67)

    Mais:

    Maduro denuncia estratégia dos EUA para prejudicar plano alimentar da Venezuela
    Executivos norte-americanos são condenados por corrupção na Venezuela
    Venezuela retoma exportação direta de petróleo para China apesar de sanções dos EUA, diz mídia
    Tags:
    COVID-19, Colômbia, Brasil, Venezuela, Nicolás Maduro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar