17:36 17 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    0 41
    Nos siga no

    Matías Morla, advogado de Diego Maradona, está indignado com o atraso da resposta do serviço de emergência prestado ao jogador e solicitará a investigação completa sobre o caso.

    O advogado anunciou na quinta-feira (26), que vai pedir investigação total sobre as circunstâncias da morte do jogador, e criticou a lenta resposta do serviço de emergência, publicando o comunicado no Twitter.

    "É inexplicável que durante 12 horas meu amigo não tenha recebido atenção nem controle por parte da equipe de saúde dedicada a esses fins", escreveu Morla em sua conta no Twitter.

    "A ambulância demorou mais de meia hora para chegar, o que foi uma idiotice criminal", disse o advogado. Morla acrescentou que este fato não deve ser "posto de lado" e que dará prosseguimento na apuração sobre o caso.

    Além disso, no comunicado, Morla lamentou a morte do amigo e expressou sua dor por perder alguém tão querido para si.

    Diego Maradona morreu na quarta-feira (25), aos 60 anos, em sua casa no norte de Buenos Aires, após sofrer uma insuficiência cardíaca. O ex-jogador de futebol teve vários problemas de saúde e há algumas semanas havia passado por uma cirurgia para retirar um coágulo de sangue da cabeça.

    Mais:

    O que dizia Maradona sobre sua própria morte
    Relembre VÍDEO do 'gol do século' de Maradona contra a Inglaterra em 1986
    Lágrimas e velas: como o mundo chora Diego Maradona
    Tags:
    morte, investigação, Diego Maradona, futebol, Maradona
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar