08:22 20 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    COVID-19 no mundo no fim de novembro (67)
    0 10
    Nos siga no

    Os Estados Unidos estão considerando suspender as proibições de entrada para a maioria dos cidadãos estrangeiros que viajaram recentemente ao Brasil, Reino Unido, Irlanda e em 26 outros países europeus.

    As informações foram publicadas pela agência Reuters com base no depoimento de cinco autoridades norte-americanas e de companhias aéreas.

    Segundo pessoas familiarizadas ao assunto, o plano é apoiado por integrantes da força-tarefa do coronavírus da Casa Branca, da saúde pública e de outras agências federais.

    O presidente Donald Trump ainda não tomou uma decisão final e, portanto, a revogação ainda não tem data para ocorrer.

    A Casa Branca ainda não está considerando suspender o veto de entrada para a maioria dos cidadãos estrangeiros que esteve recentemente na China ou no Irã, acrescentaram as autoridades.

    A suspensão das restrições seria um alívio para as companhias aéreas norte-americanas, que viram as viagens internacionais caírem 70%.

    Outro argumento utilizado é que as restrições não fazem mais sentido, já que a maioria dos países ao redor do mundo não está sujeita à proibição de entrada.

    Em maio deste ano, o governo de Donald Trump barrou a entrada no país de estrangeiros que estiveram no Brasil nos últimos 14 dias.

    Tema:
    COVID-19 no mundo no fim de novembro (67)

    Mais:

    Biden apresenta equipe de política externa: 'Os EUA estão de volta, prontos para liderar o mundo'
    EUA perdem radiotelescópio Arecibo: agora a China está em vantagem?
    Apesar da ameaça de retaliação dos EUA, França afirma que aplicará imposto digital para 2020
    EUA: pedidos de auxílio-desemprego sobem pela 2ª semana seguida e chegam a 778 mil
    EUA estão desenvolvendo armas para combater mísseis hipersônicos no espaço próximo, segundo mídia
    Tags:
    infectados, infecção, imigração, restrições, pandemia, novo coronavírus, Estados Unidos, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar