01:51 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    5411
    Nos siga no

    A estratégia do presidente Trump para se manter no poder consiste em persuadir os legisladores republicanos a intervir em nome dele nos estados onde a vitória preliminar é atribuída a Biden.

    Tendo até agora sofrido uma série de derrotas em processos judiciais que contestavam os resultados das eleições presidenciais do dia 3 de novembro, os advogados de Donald Trump buscam conseguir o apoio de influentes legisladores republicanos nos estados de Michigan e da Pensilvânia, onde o democrata Joe Biden lidera.

    Os advogados de Trump estão procurando tirar o poder de nomear eleitores dos governadores e secretários de Estado e dá-lo aos legisladores estaduais amigos de seu partido.

    De acordo com o presidente da Câmara dos Representantes do estado de Michigan, Lee Chatfield, o candidato que ganhar mais votos populares ganhará os votos dos delegados do Colégio Eleitoral.

    Lee Chatfield e o líder da maioria do Senado de Michigan, Mike Shirkey, devem visitar a Casa Branca nesta-sexta-feira (20) a pedido do presidente, de acordo com uma fonte em Michigan, revela a agência Reuters.

    Um influente funcionário da campanha de Trump disse à agência que o seu plano é lançar dúvidas relativamente à contagem dos votos nas principais cidades que tradicionalmente votam nos democratas.

    Depois disso, os legisladores republicanos locais não terão outra escolha senão intervir e talvez persuadir os delegados a votar no atual presidente dos EUA.

    Em 18 de novembro, o Supremo Tribunal da Pensilvânia rejeitou a demanda de Trump relativamente aos observadores eleitorais em Filadélfia.

    Mais:

    Campanha de Trump demandará ação judicial a alegadas irregularidades eleitorais em Michigan
    Trump afirma que não aceita a derrota nas eleições, porque foram falsificadas
    Joe Biden anuncia quem seriam seus futuros assessores e altos funcionários da Casa Branca
    Tags:
    Colégio Eleitoral dos EUA, democratas, republicanos, Joe Biden, Donald Trump, eleições presidenciais, Eleições nos EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar