18:08 24 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    0 72
    Nos siga no

    A Bolívia espera que suas relações com os Estados Unidos melhorem após a vitória do democrata Joe Biden nas eleições presidenciais norte-americanas, disse o presidente do país sul-americano, Luis Arce, neste domingo (8).

    Assim como dezenas de lideranças mundo afora, incluindo aliados dos EUA como Alemanha e Reino Unido, Arce parabenizou Biden pela vitória nas eleições dos EUA, embora os resultados oficiais da eleição presidencial de 2020 nos EUA ainda não tenham sido anunciados, já que a contagem de votos continua e há contestações judiciais sobre o resultado.

    Nos EUA, todos os principais meios de comunicação norte-americanos já apontaram a vitória de Biden, que também declarou vitória ainda no sábado (7). Logo após tomar posse oficialmente neste domingo (8), Luis Arce usou as redes sociais para reforçar sua mensagem para o possível novo ocupante da Casa Branca.

    O povo estadunidense participou da eleição democrática que resultou na vitória do presidente Joe Biden e da primeira vice-presidente negra, Kamala Harris. Com a nova administração, prevemos melhores relações que se traduzam no bem-estar de nossos povos.

    As relações entre a Bolívia e os EUA estão tensas há anos. Em setembro de 2008, o então presidente boliviano Evo Morales chegou a expulsar o embaixador norte-americano, Philip Goldberg, por supostamente promover movimentos separatistas no país. Em resposta, Washington expulsou o embaixador boliviano e refutou as acusações contra Goldberg.

    Luis Arce, do Movimento ao Socialismo (MAS), ergue punho ao receber credenciais de presidente eleito da Bolívia
    © REUTERS / David Mercado
    Luis Arce, do Movimento ao Socialismo (MAS), ergue punho ao receber credenciais de presidente eleito da Bolívia

    A situação mudou no final de 2019, quando o governo interino de Jeanine Áñez - apoiado por Washington - assumiu a Presidência da Bolívia após Morales ser retirado do cargo sob pressão das Forças Armadas. Pouco depois, o governo interino nomeou Walter Oscar Serrate Cuellar como o primeiro embaixador do país nos EUA em 11 anos.

    A ala política conservadora de Áñez foi derrotada nas eleições de 2020 pelo partido de Morales, o MAS, que venceu o pleito em primeiro turno, em outubro deste ano, com a candidatura de Luis Arce.

    Mais:

    Evo Morales viaja de Argentina para Venezuela após vitória de aliado na Bolívia
    Esquerda, volver: como ficarão relações de Brasil e Bolívia e acordo de gás após vitória de Arce?
    Fernández quer que Bolívia se torne membro pleno do Mercosul
    Tags:
    MAS, Alemanha, Reino Unido, Estados Unidos, Kamala Harris, Joe Biden, Bolívia, Luis Arce
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar