03:02 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    251
    Nos siga no

    O Ministério da Saúde do Peru declarou alerta epidemiológico nacional depois de registrar uma segunda morte recente por difteria no país.

    Luis Suárez, vice-ministro da Saúde Pública do Peru, afirmou:

    "O hospital Cayetano Hereda notificou ontem [3 de novembro] o caso de uma senhora de 69 anos que faleceu com problema respiratório, no qual o laboratório deu um resultado preliminar compatível com Corynebacterium dipheteriae, agente etiológico da difteria".

    Neste contexto, Suárez especificou que a paciente "tinha um quadro crônico de outra doença", acrescentado que "pelo que parece, se trata de uma infecção agregada a descoberta da difteria".

    A mulher foi transferida para o hospital em Lima, Peru, em 29 de outubro e recebeu terapia antibiótica e suporte de oxigênio. No dia seguinte, a paciente faleceu.

    O vice-ministro disse que "o Centro de Epidemiologia está a cargo da fase de pesquisa e declarou ontem [3 de novembro] o alerta epidemiológico nacional para que todos os serviços de saúde estejam atentos a qualquer caso suspeito de difteria que possa surgir".

    Esta é a segunda morte por difteria que se registra recentemente no país, depois de que na semana passada uma menina faleceu com o diagnóstico da doença. O Ministério da Saúde peruano informou que foi o primeiro caso de difteria que detectaram no país em 20 anos.

    As autoridades salientaram que se confirmaram outros três casos entre os familiares da menor falecida e anunciaram uma campanha de vacinação gratuita e massiva de 80 mil pessoas na região onde morava a menina, na capital peruana.

    Mais:

    Peru não vai fechar acordo com AstraZeneca alegando não ter informação suficiente sobre testes
    Procuradoria do Peru quer ouvir presidente eleito da Bolívia em investigação da Lava Jato
    'É muito raro que assintomáticos com COVID-19 possam passar a doença', considera OMS
    Tags:
    saúde, alerta, epidemia, hospital, doença, Peru
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar