13:35 02 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Coronavírus e o mundo no início de novembro (39)
    0 30
    Nos siga no

    Com quase 9,5 milhões de infecções, o país continua sendo o mais afetado a nível mundial.

    Os Estados Unidos estabelecerem novo recorde de casos diários de coronavírus ao registrar nesta quarta-feira (4) 104.429 infecções pela primeira vez desde o início da pandemia, informa o canal NBC News, se baseando em suas estatísticas.

    Sinalização alertando as pessoas sobre precauções de segurança em um esforço para combater a propagação da COVID-19 é vista em uma seção de votação no Bronx, em Nova York, EUA, 25 de outubro de 2020
    © REUTERS / Andrew Kelly
    Sinalização alertando as pessoas sobre precauções de segurança em um esforço para combater a propagação da COVID-19 é vista em uma seção de votação no Bronx, em Nova York, EUA, 25 de outubro de 2020

    De acordo com a mídia, o país rompeu o recorde estabelecido em 30 de outubro, quando foram registrados 98.583 contágios. Os estados de Illinois, Flórida, Nova York e Kentucky apresentam duas semanas consecutivas de aumento de casos.

    Os EUA seguem sendo o país mais afetado pela pandemia, contabilizando mais de 9.400.000 casos, segundo dados da Universidade Johns Hopkins (EUA). Mais de 230 mil pessoas faleceram devido à doença, enquanto 3,7 milhões de outras conseguiram se recuperar.

    A notícia vem em um delicado momento da história norte-americana, em que se aguardam os resultados das conturbadas eleições presidenciais deste ano 2020. Donald Trump, atual presidente do país e candidato à reeleição, é considerado por muitos de seus adversários como grande responsável pela proliferação da pandemia no país.

    Tema:
    Coronavírus e o mundo no início de novembro (39)

    Mais:

    Declarações de Trump podem gerar episódios de violência política após as eleições, alerta OSCE
    Pompeo e Luis Arce discutem cooperação econômica e COVID-19, diz porta-voz
    EUA batem recorde com mais de 91 mil novos casos de COVID-19 em 24 horas
    Tags:
    contágio, pandemia, Universidade John Hopkins, Estados Unidos, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar