04:51 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    3154
    Nos siga no

    Uma mulher e três homens foram esfaqueados a poucos quarteirões da Casa Branca, residência oficial do presidente dos EUA em Washington, após o país ter saído às ruas para participar das eleições.

    De acordo com a polícia local, as quatro pessoas foram esfaqueadas em uma briga com três suspeitos por volta das 02h30 de hoje (04h30 no horário de Brasília).

    Segundo reportou o canal de TV NBC News, citando a polícia, as vítimas teriam se identificado como membros de um grupo de extrema direita que apoia o presidente Donald Trump.

    Ativista conservadora Bevelyn Beatty e o chefe dos Proud Boys [movimento de extrema direita] Enrique Tarrio com outra pessoa acabaram de ser esfaqueados pelo Black Lives Matter em Washington, DC

    Ainda não estão claros os motivos que teriam ocasionado a briga ou se há alguma correlação com as manifestações no contexto das eleições nos EUA.

    O crime aconteceu a poucos quarteirões da Casa Branca e outros seis quarteirões da Black Lives Matter Plaza, onde aconteceu a maior manifestação noturna durante a eleição em Washington.

    Eleições

    Ontem (3), os EUA deram início à votação do seu 59º presidente. Na disputa eleitoral se destacam o atual presidente Donald Trump, do Partido Republicano, e Joe Biden, do Partido Democrata.

    Já antes do início das eleições, diversos protestos foram feitos por diferentes movimentos nos EUA, tanto contra quanto a favor da administração Trump.

    Mais:

    Suspeito de ataque com faca que deixou 1 morto é preso na Alemanha
    Documentos 'incriminatórios' ligados à família Biden desaparecem misteriosamente, declara Fox News
    Glenn Greenwald alega censura em artigo contra Biden e se demite do Intercept
    Tags:
    política, extrema-esquerda, extrema-direita, Washington, EUA, eleições, briga
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar