07:48 28 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    154
    Nos siga no

    A candidata democrata ao cargo de vice-presidente dos EUA, Kamala Harris, disse nesta segunda-feira (26) que a confirmação de Amy Coney Barrett como juíza da Suprema Corte foi um "processo ilegítimo".

    Barrett foi empossada em uma cerimônia na Casa Branca na noite desta segunda-feira (26), fazendo o primeiro dos dois juramentos necessários para que ela se tornasse oficialmente juíza da Suprema Corte, após ser aprovada pelo Senado dos EUA por 52 votos a 48.

    Logo após a cerimônia, a candidata a vice-presidente dos EUA, Kamala Harris, publicou no Twitter que o processo que confirmou a nomeação de Barrett foi "ilegítimo", citando que a aprovação da juíza conservadora servirá para tentar acabar com Lei de Assistência Acessível, programa de saúde mais conhecido como Obamacare, que foi sancionado pelo ex-presidente Barack Obama. 

    Hoje, os republicanos negaram a vontade do povo americano ao confirmar um juiz da Suprema Corte por meio de um processo ilegítimo - tudo em seu esforço para destruir a Lei de Assistência Acessível e retirar os cuidados de saúde de milhões com doenças pré-existentes.

    Nós não vamos esquecer isso.

    A presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, Nancy Pelosi, por sua vez, disse em um comunicado que a confirmação de Barrett foi uma "manipulação" que ameaça os direitos do povo americano, acrescentando que os Estados Unidos agora têm "um tribunal republicano radical".

    Com a nomeação de Amy Coney Barrett, que foi indicada ao cargo por Donald Trump, a Suprema Corte dos EUA passará a ter uma maioria de seis juízes conservadores contra três juízes de perfil progressista.

    Mais:

    Após críticas de Obama contra Trump, Kamala Harris é oficialmente nomeada ao lado de Joe Biden
    EUA: Joe Biden aponta senadora Kamala Harris como vice-presidente na chapa democrata
    Morre Ruth Bader Ginsburg, juíza mais antiga da Suprema Corte dos EUA, aos 87 anos
    Biden defende que vaga na Suprema Corte seja definida após eleição: 'Abuso de poder'
    Tags:
    eleições, democratas, Partido Democrata, Kamala Harris, Suprema Corte dos EUA, Suprema Corte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar