03:36 15 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    392181
    Nos siga no

    Em comício em Janesville, Donald Trump afirmou que as forças dos EUA estavam "totalmente esgotadas" quando ele assumiu o controle, enquanto hoje ninguém no mundo tem "nada nem perto" das armas norte-americanas.

    Durante um comício no estado de Wisconsin, o presidente norte-americano elogiou o equipamento militar de Washington.

    Dirigindo-se ao público, Trump afirmou que os EUA têm "as maiores armas já produzidas por um só país", incluindo "supermísseis" hipersônicos, navios de guerra, tanques e outros equipamentos bélicos.

    "Quando assumi [a presidência], nosso [contingente] militar – e vocês e os militares sabem disso – estava totalmente esgotado. Agora temos os maiores [armamentos], e somos invejados por Rússia, China e Coreia do Norte, e por todos os países do mundo. Não há ninguém que tenha nada nem perto do nosso armamento […]. Teremos paz através da força", declarou o candidato republicano à reeleição nos Estados Unidos.

    No início deste mês, Trump afirmou em comício na Flórida que os EUA possuem mísseis hipersônicos, acrescentando que "não os tínhamos, porque outros países estavam roubando os nossos planos da administração Obama".

    Anteriormente, o jornal The Washington Post escreveu que desde que Donald Trump assumiu a presidência tem crescido a ameaça global de uso de mísseis e armas nucleares.

    Mais:

    Trump usa lei da época da Guerra da Coreia para acelerar produção de mísseis hipersônicos
    Caças russos Su-30SM usam mísseis ar-ar para aniquilar inimigos convencionais (VÍDEO)
    Embaixador russo: 'Rússia vai responder ao lançamento de mísseis dos EUA na região da Ásia-Pacífico'
    Tags:
    armas nucleares, Coreia do Norte, China, Rússia, armamentos, míssil hipersônico, Donald Trump
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar