07:25 23 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Mundo enfrenta COVID-19 em meados de outubro (78)
    160
    Nos siga no

    Em seu discurso, presidente venezuelano enalteceu diversas vezes a parceria feita com a Rússia para trazer a vacina Sputnik V para o país sul-americano.

    Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro comemorou neste domingo (18) a chegada de milhares de doses do antiviral Favipiravir para pacientes com COVID-19.

    "O antiviral Favipiravir, que chegou da Rússia, tem um efeito tremendo na recuperação de pacientes graves. Chegaram milhares de doses da Rússia que vão ser entregues aos pacientes mais graves do país", afirmou Maduro durante discurso.

    Nicolás Maduro aproveitou para celebrar o acordo feito com a Rússia, que garante uma vacina contra a COVID-19 para o país sul-americano.

    A Venezuela já recebeu o primeiro lote da Sputnik V, vindo a se tornar o primeiro país da América do Sul a fazer parte dos testes clínicos da vacina russa.

    O antiviral russo Favipiravir chega à Venezuela para a recuperação de pacientes com COVID-19.​

    Quarentena

    O governo venezuelano anunciou também neste domingo (18) que foram registrados 347 novos casos e cinco mortes por COVID-19 nas últimas 24 horas.

    Diante dos números, o presidente confirmou a reabertura, a partir de segunda-feira (19), de diversos setores da economia. A saber, vão estar em funcionamento: confeitarias, joalherias, casas de penhores, floristas, viveiros, perfumarias, lojas de bebidas, praias, parques, restaurantes, cafés e sorveterias.

    Todos esses segmentos da economia venezuelana estavam há sete meses sem funcionar em razão da quarentena que o país mantém desde março.

    Tema:
    Mundo enfrenta COVID-19 em meados de outubro (78)

    Mais:

    Maduro diz que vai tomar com filho e irmã vacina russa Sputnik V
    Maduro afirma que Colômbia treina 'mais de mil' mercenários para sabotar eleições na Venezuela
    Rússia inicia testes da vacina Sputnik V em pessoas de mais de 60 anos
    Críticas contra a vacina Sputnik V têm natureza política, diz vice-presidente venezuelana
    Tags:
    Venezuela, remédios, Rússia, Sputnik V, vacina, Nicolas Maduro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar