04:24 28 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Mundo enfrenta COVID-19 em meados de outubro (78)
    270
    Nos siga no

    As críticas à vacina russa contra a COVID-19, Sputnik V, são de ordem política, pois, do ponto de vista científico, é uma excelente vacina, disse neste domingo (18), à emissora VTV, a vice-presidente venezuelana Delcy Rodríguez.

    No início de outubro deste ano, a Rússia entregou o primeiro lote da vacina Sputnik V à Venezuela, que é o primeiro país do Polo Sul a participar da fase três dos testes clínicos da vacina.

    "Esta é mais uma questão política do que de saúde e médica. Do ponto de vista científico, a vacina russa não teve complicações, é uma excelente vacina", disse Rodriguez quando questionada sobre as críticas à vacina na entrevista publicada pela VTV.

    De acordo com a política, a Venezuela espera iniciar a vacinação em abril de 2021, após a conclusão dos testes e aprovação da Organização Mundial da Saúde (OMS).

    Vacinação de voluntários com vacina russa Sputnik V na Bielorrússia
    © Sputnik
    Vacinação de voluntários com vacina russa Sputnik V na Bielorrússia

    Em agosto, a Rússia registrou a primeira vacina do mundo contra o novo coronavírus, desenvolvida pelo Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya (Centro Gamaleya). Agora, os pesquisadores estão concluindo a fase três dos testes clínicos na Rússia, conforme exigem os protocolos da Organização Mundial da Saúde (OMS).

    Além da Venezuela, o Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI), junto com seus parceiros, está conduzindo os testes clínicos da Sputnik V na Bielorrússia, nos Emirados Árabes Unidos e também na Índia.

    Conforme os dados da Universidade Johns Hopkins, a Venezuela registra 86.289 casos confirmados da COVID-19 e 731 mortes causadas pela doença.

    Tema:
    Mundo enfrenta COVID-19 em meados de outubro (78)

    Mais:

    Venezuela recebe 1º lote da vacina russa Sputnik V contra COVID-19
    Consulado 'paralelo' da Venezuela no Brasil gera crise e analista aponta 'encruzilhada' jurídica
    Maduro afirma que Colômbia treina 'mais de mil' mercenários para sabotar eleições na Venezuela
    Tags:
    Emirados Árabes Unidos, Índia, Bielorrússia, COVID-19, Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI), Sputnik V, VTV, Venezuela, Delcy Rodríguez
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar