08:47 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Mundo enfrenta COVID-19 em meados de outubro (78)
    4120
    Nos siga no

    O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nesta quarta-feira (14) que o país deu início aos testes da vacina russa Sputnik V contra a COVID-19.

    O presidente venezuelano lembrou que milhares de vacinas chinesas estão chegando ao país, para as quais também contam com voluntários para realizar os testes.

    "A vacina russa já está na Venezuela, os testes já começaram, já existem 2.000 voluntários", disse Maduro.

    Maduro indicou que após a conclusão da terceira fase das vacinas russa e chinesa em devido tempo, com a autorização da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), implementará a ​​vacinação em massa.

    O presidente reiterou que a estimativa é de iniciar a vacinação em todo o país em abril de 2021.

    "Em primeiro lugar, todo o pessoal de saúde do país, todos os trabalhadores, profissionais do sistema de saúde, todos os professores do sistema de ensino, todos os idosos, todos aqueles que tenham alguma doença ou vulnerabilidade, e assim iremos até cobrir toda a população venezuelana", afirmou.

    O primeiro lote de vacinas russas contra a COVID-19 chegou à Venezuela no dia 2 de outubro. O país foi o primeiro da região a receber a Sputnik V. 

    Tema:
    Mundo enfrenta COVID-19 em meados de outubro (78)

    Mais:

    Maduro diz que vai tomar com filho e irmã vacina russa Sputnik V
    Maduro anuncia seleção de voluntários para tomar vacina russa Sputnik V
    Emirados Árabes autorizam 3ª fase de testes clínicos da vacina Sputnik V, diz RFPI
    Mais de 12 mil russos já receberam vacina Sputnik V contra COVID-19
    Tags:
    Sputnik V, Rússia, Venezuela, vacina, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar