06:53 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    COVID-19 no mundo no início de outubro (66)
    41217
    Nos siga no

    Nesta segunda-feira (5), o presidente norte-americano, Donald Trump, disse que sairá ainda hoje do hospital em que foi internado para o tratamento da COVID-19.

    Trump, que usou as redes sociais para anunciar que deixará o hospital, afirmou também que se sente muito bem e pregou ao público que não tema a COVID-19.

    ​Deixarei o grande Centro Médico Walter Reed hoje às 18h30 [19h30 no horário de Brasília]. Me sinto muito bem! Não temam a COVID-19. Não deixe isso dominar sua vida. Nós desenvolvemos, sob a administração Trump, medicamentos e conhecimento realmente bons. Me sinto melhor do que 20 anos atrás!

    Donald Trump e sua esposa, Melania Trump, anunciaram que testaram positivo para a COVID-19 na sexta-feira (2). No mesmo dia, Trump foi levado da Casa Branca de helicóptero até o Centro Médico Walter Reed, um hospital militar.

    Em Bethesda, no estado norte-americano de Maryland, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, desembarca de um helicóptero da Marinha a caminho do Hospital Militar Nacional de Walter Reed, para receber tratamento contra a COVID-19, em 2 de outubro de 2020
    © REUTERS / Joshua Roberts
    Em Bethesda, no estado norte-americano de Maryland, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, desembarca de um helicóptero da Marinha a caminho do Hospital Militar Nacional de Walter Reed, para receber tratamento contra a COVID-19, em 2 de outubro de 2020

    Apesar dos primeiros anúncios do médico da Casa Branca, Sean Conley, mais tarde foi confirmado que o presidente norte-americano precisou de oxigênio suplementar na sexta-feira (2), quando foi levado ao hospital. A queda no oxigênio teria ocorrido novamente nos dias seguintes, apesar de não ter sido necessário o uso de oxigênio novamente, segundo afirmou Conley durante uma coletiva de imprensa no domingo (4), quando também foi dada uma previsão de alta para o presidente para esta segunda-feira (5).

    Durante os dias de internação, o estado de saúde de Donald Trump foi motivo de especulação na imprensa norte-americana. O jornal The New York Times revelou antes da equipe médica da Casa Branca que o presidente precisou de oxigênio e que tinha um quadro preocupante. Segundo publicou a CNN, Trump teria se sentido "irritado" diante da especulação sobre sua saúde na mídia.

    Presidente dos EUA, Donald Trump, acena para apoiadores do lado de fora de hospital em que está internado com COVID-19
    © REUTERS / Cheriss May
    Presidente dos EUA, Donald Trump, acena para apoiadores do lado de fora de hospital em que está internado com COVID-19

    O diagnóstico de Trump surge a poucas semanas das eleições presidenciais norte-americanas, marcadas desde o início da corrida eleitoral pela situação da pandemia da COVID-19 nos EUA e por críticas à atitude do presidente diante da emergência sanitária.

    Segundo os dados da Universidade Johns Hopkins, os EUA são o país mais afetado pela COVID-19, com cerca de 7,4 milhões de casos confirmados do novo coronavírus e quase 210 mil mortes causadas pela doença.

    Tema:
    COVID-19 no mundo no início de outubro (66)

    Mais:

    Donald e Melania Trump testam positivo para COVID-19
    Saúde de Trump segue melhorando e alta pode acontecer amanhã, diz médico da Casa Branca
    Com COVID-19, Trump deixa hospital de carro, acena para apoiadores e retorna momentos depois (VÍDEO)
    Trump está 'irritado' com cobertura relatando sua condição como 'preocupante', diz mídia
    Eleição nos EUA: equipe de Biden espera participação de Trump em próximo debate
    Trump tentou esconder teste positivo para COVID-19, diz mídia
    Tags:
    Casa Branca, COVID-19, Donald Trump
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar