07:28 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    COVID-19 no mundo no início de outubro (66)
    124
    Nos siga no

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tem acompanhado a cobertura da mídia sobre sua hospitalização após contrair COVID-19 e estaria supostamente irritado com a cobertura da imprensa.

    É o que publicou a emissora norte-americana CNN, neste domingo (4), citando fontes apontando que Trump está insatisfeito com as publicações que dizem que sua condição é "preocupante". O presidente teria ficado particularmente irritado quando foi divulgada a notícia de que os médicos expressaram preocupação com sua saúde.

    A condição de Trump tem sido objeto de especulações na mídia dos EUA após o médico da Casa Branca, Sean Conley, realizar uma declaração considerada pouco convincente sobre a saúde do presidente, em uma coletiva de imprensa no sábado (3). A notícia foi imediatamente seguida por vazamentos da equipe da Casa Branca de que os médicos haviam expressado preocupação com a saúde de Trump, apontando que ele recebeu oxigênio suplementar antes de ser hospitalizado no Hospital Militar Nacional Walter Reed.

    Em Bethesda, nos Estados Unidos, o médico da Casa Branca, Sean Conley, aparece ao lado de equipe médica durante coletiva de imprensa de atualização sobre o estado de saúde do presidente dos EUA, Donald Trump, internado com COVID-19, em 4 de outubro de 2020
    © REUTERS / Erin Scott
    Em Bethesda, nos Estados Unidos, o médico da Casa Branca, Sean Conley, aparece ao lado de equipe médica durante coletiva de imprensa de atualização sobre o estado de saúde do presidente dos EUA, Donald Trump, internado com COVID-19, em 4 de outubro de 2020

    Desde a internação, Trump usou as redes sociais para dizer que está "se sentindo muito melhor" e que espera retornar à Casa Branca em breve. Em uma atualização neste domingo (4), Conley confirmou que Trump precisou de oxigênio na sexta-feira (2), mas afirmou que a saúde do presidente norte-americano está avançando e que Trump pode receber alta do hospital já na segunda-feira (5).

    Trump e sua esposa Melania testaram positivo para a COVID-19 na quinta-feira (1º), pouco depois de sua diretora de Comunicação, Hope Hicks, ter contraído a doença. O diagnóstico veio cerca de um mês antes das eleições presidenciais nos EUA e lançou ainda mais incertezas sobre a campanha eleitoral.

    Tema:
    COVID-19 no mundo no início de outubro (66)

    Mais:

    Em vídeo no Twitter, Trump diz se sentir 'muito melhor'
    Casa Branca reconhece que estado de saúde de Trump era mais grave do que o revelado
    Saúde de Trump segue melhorando e alta pode acontecer amanhã, diz médico da Casa Branca
    Tags:
    COVID-19, Donald Trump
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar