14:07 27 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Coronavírus no mundo no fim de setembro (49)
    0 71
    Nos siga no

    As ações da empresa perderam um quarto de seu valor de mercado devido à decisão das autoridades norte-americanas.

    A Administração de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA, em inglês) suspendeu os testes da vacina INO-4800 contra a COVID-19, desenvolvida pela empresa Inovio Pharmaceuticals.

    As autoridades norte-americanas solicitaram mais informações, em particular sobre o dispositivo utilizado para injetar a vacina, segundo a Reuters.

    Os testes estavam prestes a entrar em fase final. A empresa assegura que a "suspensão clínica parcial" por parte das autoridades não está relacionada a nenhum efeito secundário da vacina e que os testes devem continuar.

    No entanto, as ações da empresa despencaram 25%, após serem o segundo valor com melhor desempenho no índice de biotecnologia da Nasdaq até a semana passada.

    Coronavírus (imagem referencial)
    Coronavírus (imagem referencial)

    A empresa farmacêutica havia programado injetar a vacina através de um dispositivo de eletroporação chamado Cellectra, que funciona com baterias.

    Seus breves pulsos elétricos perfuram as membranas celulares permitindo um acesso fácil do material genético, que, por sua vez, deve levar as células do corpo humano a produzir proteínas com capacidade de proteção.

    Em junho, a Inovio afirmou que um estudo em 40 voluntários havia demonstrado uma resposta imunitária eficaz em 94% dos participantes semanas depois das duas doses injetadas.

    O Departamento de Defesa dos EUA financiou o projeto de fabricação do Cellectra com US$ 71 milhões (R$ 401 milhões) nos últimos meses.

    Tema:
    Coronavírus no mundo no fim de setembro (49)

    Mais:

    Cientistas russos encontram nova forma de tratamento para COVID-19
    COVID-19: produção de vacina pode causar morte de meio milhão de tubarões, alertam especialistas
    Brasil registra 14.318 casos de COVID-19 em 24 horas
    Tags:
    EUA, COVID-19, novo coronavírus, vacinação, vacina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar