03:48 20 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Coronavírus no mundo no fim de setembro (49)
    0 01
    Nos siga no

    Nesta quarta-feira (23), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse em uma coletiva de imprensa que seu governo pode aprovar ou não aprovar uma proposta da Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA) que tornaria mais rígidas as diretrizes para a aprovação de uma vacina contra a COVID-19.

    Na terça-feira (22), o jornal The Washington Post publicou que a FDA consideraria diretrizes mais rígidas para aprovar uma vacina, de modo a melhorar a transparência e a confiança pública.

    "Isso tem que ser aprovado pela Casa Branca, podemos aprovar ou não aprovar", disse Trump na quarta-feira (23). "Isso soa como um movimento político", acrescentou o presidente norte-americano.

    Muitos democratas acusaram Trump de tentar acelerar o processo de aprovação da vacina para que o imunizante seja entregue antes da reeleição de novembro. O candidato democrata à Presidência dos EUA, Joe Biden, recentemente pediu à agência reguladora que mantenha a transparência e a independência.

    Na Casa Branca, em Washington, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fala durante coletiva de imprensa ao lado (da esquerda para a direita) do secretário de Saúde e Serviços Humanos, Alex Azar, do comissário da Administração de Drogas e Alimentos (FDA), Stephen Hahn, do vice-presidente dos EUA, Mike Pence, e do diretor do Instituto Nacional de Doenças Alérgicas e Infecciosas, Dr. Anthony Fauci, em 17 de março de 2020.
    © AP Photo / Evan Vucci
    Na Casa Branca, em Washington, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fala durante coletiva de imprensa ao lado (da esquerda para a direita) do secretário de Saúde e Serviços Humanos, Alex Azar, do comissário da Administração de Drogas e Alimentos (FDA), Stephen Hahn, do vice-presidente dos EUA, Mike Pence, e do diretor do Instituto Nacional de Doenças Alérgicas e Infecciosas, Dr. Anthony Fauci, em 17 de março de 2020.

    Trump prometeu que 100 milhões de doses de uma vacina serão distribuídas nos EUA até o final do ano. O mandatário disse que uma vacina pode estar disponível para distribuição antes da eleição presidencial de 3 de novembro.

    Os EUA relataram quase sete milhões de casos de COVID-19 e mais de 201 mil mortes causadas pela doença até agora, de acordo com os dados da Universidade Johns Hopkins.

    Tema:
    Coronavírus no mundo no fim de setembro (49)

    Mais:

    Trump diz na Assembleia Geral que a ONU deve 'responsabilizar a China' pela COVID-19
    Sem vacina contra COVID-19 nos EUA, Trump comenta Sputnik V: 'Espero que funcione'
    Trump diz que vacina contra COVID-19 pode ser distribuída nos EUA a partir de outubro
    Tags:
    COVID-19, EUA, Donald Trump
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar