10:59 26 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    15626
    Nos siga no

    Investigadores da Organização das Nações Unidas (ONU) disseram nesta quarta-feira (16) que as forças de segurança da Venezuela e grupos aliados cometeram violações de direitos humanos sistemáticas, incluindo execuções e tortura, que equivalem a crimes contra a humanidade.

    As autoridades ainda afirmaram que o presidente Nicolás Maduro e seus ministros do Interior e da Defesa ordenaram ou contribuíram para os crimes documentados no relatório para silenciar a oposição.

    "A missão encontrou motivos razoáveis para acreditar que, desde 2014, as autoridades e as forças de segurança venezuelanas planejaram e executaram violações de direitos humanos graves, algumas das quais equivalem a crimes contra a humanidade", disse a presidente do painel, Marta Valinas, citada pela agência Reuters.

    A missão de averiguação de fatos da ONU defendeu que outras jurisdições nacionais e o Tribunal Penal Internacional (TPI) iniciem o estudo de aplicação de processos contra o país.

    "Longe de serem atos isolados, estes crimes foram coordenados e cometidos de acordo com políticas de Estado, com o conhecimento ou apoio direto de oficiais de comando e autoridades de governo de alto escalão", completou Valinas.

    O relatório se baseou em mais de 270 entrevistas com vítimas, testemunhas, ex-autoridades e advogados, além de documentos confidenciais.

    A ONU disse ter descoberto que oficiais dos militares, da polícia e da inteligência cometeram execuções extrajudiciais, entre elas a do ex-chefe do Serviço Nacional de Inteligência, general Christopher Figuera.

    Mais:

    Maduro reitera intenção de comprar mísseis do Irã para defender a Venezuela de agressões
    Maduro prepara decreto para promover 'diálogo nacional' e pede 'apoio do país'
    Cabeça a prêmio: Maduro diz que Trump paga US$ 15 milhões para quem matá-lo
    Maduro: apesar de pandemia e sabotagem, eleições parlamentares vão ocorrer de qualquer maneira
    Nicolás Maduro anuncia que primeiras vacinas russas chegarão à Venezuela em outubro
    Maduro anuncia captura de 'espião' dos EUA em refinarias de petróleo da Venezuela
    Tags:
    violação de direitos, direitos humanos, ONU, Organização das Nações Unidas, Nicolás Maduro, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar