09:15 18 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    7560
    Nos siga no

    Um grande petroleiro iraniano, identificado como Honey, chegou ao Porto de José Terminal, no norte da Venezuela.

    Nesta segunda-feira (14), a Venezuela recebeu um carregamento de dois milhões de barris de gás natural liquefeito (GNL), afirma a companhia Tanker Trackers.

    ​Superpetroleiros iranianos levando dois milhões de barris de gás condensado repentinamente chegaram ao Porto de José Terminal, na Venezuela. Muito provavelmente, todos vieram pelo sul da África devido a seus transponders estarem desligados. O nome e número da Organização Marítima Internacional foram pintados. Navega pelo nome: Honey

    Conforme a companhia explica, o GNL é um gás condensado leve que pode ser refinado em diferentes formas de combustível. Contudo, o gás deste envio será somente usado como "agente de mistura para melhorar o fluxo do próprio petróleo pesado bruto da Venezuela na melhoria de sua produção".

    Enquanto as autoridades venezuelanas não divulgaram mais informações, o ministro das Relações Exteriores, Jorge Arreaza, compartilhou a publicação do Twitter em sua conta.

    Outros três petroleiros iranianos levando aproximadamente 131 milhões de litros de gasolina estão atualmente no sul da África, em rota para a Venezuela, de acordo com a companhia.

    Anteriormente, o Irã enviou diversos petroleiros com combustíveis à Venezuela para auxiliar o país sul-americano a manter a indústria petrolífera ativa.

    Mais:

    Política internacional de Bolsonaro é 'primitiva e ideologizada', afirma chanceler da Venezuela
    Nicolás Maduro anuncia que primeiras vacinas russas chegarão à Venezuela em outubro
    Maduro agradece ao Irã por ajudar indústria petrolífera da Venezuela a superar sanções dos EUA
    Tags:
    gás, fornecimento, Irã, Venezuela, embarcação, GNL
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar