14:47 27 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    181
    Nos siga no

    Michael Bloomberg planeja investir US$ 100 milhões, cerca de R$ 532 milhões na cotação deste domingo (13), na campanha democrata de Joe Biden no estado da Flórida. 

    A decisão do bilionário ocorre em um momento crítico, com apenas 51 dias antes da disputa e as pesquisas indicando uma corrida acirrada. 

    O atual presidente, Donald Trump, perdeu a vantagem financeira que tinha sobre Biden. As doações para o candidato democrata dispararam após o fim das divisivas primárias do partido, afirma a agência de notícias Reuters. 

    "Mike Bloomberg está comprometido em ajudar a derrotar Trump", disse o conselheiro de Bloomberg Kevin Sheekey, que acrescentou que os gastos "significam que os democratas e a campanha de Biden podem investir ainda mais pesadamente em outros estados importantes como a Pensilvânia, que será fundamental para uma vitória de Biden."

    Mesmo antes do repasse de Bloomberg, ambas as campanhas esperavam que a Flórida fosse o estado mais caro da disputa pela Casa Branca. A Flórida tem 29 dos 270 votos necessários no Colégio Eleitoral para vencer a eleição. 

    A votação pelo correio no estado começa em 24 de setembro e Biden está planejando sua primeiro evento de campanha na Flórida nos próximos dias. 

    Trump venceu a eleição na Flórida por 113 mil votos em 2016, ou 1,2 ponto percentual. Desde então, ele adotou o estado como sua residência e o visita regularmente.

    Pesquisas recentes mostraram Biden com vantagem por margem muito pequena na Flórida, ganhando terreno com os eleitores mais velhos, mas atrás do desempenho dos democratas anteriores com os latinos. Pessoas com mais de 65 anos constituem um em cada cinco eleitores do estado e os latinos representam um em cada quatro.

    Mais:

    EUA: 81 vencedores do Prêmio Nobel publicam carta de apoio a Biden
    Biden tem vantagem de 10 pontos percentuais sobre Trump, indica pesquisa
    Presidência de Biden pode ser 'completa ruína' para economia dos EUA, alerta editor-chefe da Forbes
    COVID-19: Biden diz que atitude de Trump custou mais de 50 mil vidas nos EUA
    Tags:
    Joe Biden, Michael Bloomberg, Donald Trump, eleição, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar