18:54 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    140
    Nos siga no

    O Congresso peruano aprovou nesta sexta-feira (11) o pedido de destituição do presidente do país, Martín Vizcarra, por "incapacidade moral", após sua suposta participação em um caso de corrupção.

    "Com 65 votos a favor, 36 contra e 24 abstenções, o Congresso admitiu a moção de vacância presidencial [destituição] contra Martín Vizcarra", informou a rádio local RPP.

    Em 10 de setembro, o parlamento formulou um pedido de destituição do chefe de Estado por envolvimento em caso de corrupção. O pedido foi posto em votação nesta sexta-feira (11), superando os 52 votos necessários (40% dos parlamentares capacitados).

    Nos dias seguintes, e com data a definir, o plenário terá de realizar uma sessão para decidir definitivamente se Vizcarra sairá do cargo.

    Para que a destituição aconteça, serão necessários os votos de dois terços do total de parlamentares, ou seja, 87 votos em um total de 130.

    Martín Vizcarra enfrenta grave crise política após divulgação de áudios em que ele incita seus assessores a mentir sobre seu envolvimento com ex-colaborador que está sendo investigado por contratos irregulares.

    Mais:

    COVID-19: 13 pessoas morrem no Peru durante festa que violava toque de recolher (VÍDEOS)
    Imunidade parlamentar será decidida por plebiscito, diz presidente do Peru
    Peru solicita à Embaixada da Rússia vacina para COVID-19
    Peru ultrapassa marca de 30 mil mortes por COVID-19
    Tags:
    Martín Vizcarra, presidente, impeachment, corrupção, Peru
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar