10:01 26 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Mundo e COVID-19 no final de agosto (52)
    0 180
    Nos siga no

    Representação comercial chilena ProChile em Moscou confirmou autorização para o envio do medicamento Avifavir desde a Rússia para o país sul-americano.

    Ainda em 13 de agosto, a aquisição do medicamento, considerado o mais eficaz para o tratamento da COVID-19, foi aprovada pelo Instituto de Saúde Pública do Chile.

    Contudo, na etapa final de sua certificação para uso no país sul-americano, a organização do Ministério das Relações Exteriores do Chile para a promoção de exportação de bens, serviços e produtos, ProChile, confirmou a autorização de importação do medicamento russo.

    "As autoridades do Chile autorizaram o Avifavir e o país vai importar o medicamento da Rússia", declarou à Sputnik Mundo o diretor da ProChile em Moscou, Pablo Barahona.

    O medicamento já conseguiu que mais de 60% das pessoas infectadas pelo coronavírus SARS-CoV-2 experimentassem uma baixa da concentração de vírus em apenas quatro dias, reduzindo à metade a quantidade de dias que uma pessoa infectada deve permanecer hospitalizada.

    Além da eficiência no tratamento, o Avifavir é cerca de dez vezes mais barato do que outros medicamentos contra a COVID-19.

    Até o momento, o remédio tem tido êxito em países como China e Índia.

    Tema:
    Mundo e COVID-19 no final de agosto (52)

    Mais:

    Protecionismo: EUA culpam crise da COVID-19 para conter importações de aço do Brasil
    Sem valor certo, extensão da ajuda emergencial contra COVID-19 deve ser anunciada nesta terça-feira
    Um mês após internação, líder indígena brasileiro Raoni contrai COVID-19
    Tags:
    COVID-19, novo coronavírus, doença, pandemia, remédio, medicamento
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar