05:10 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    4293
    Nos siga no

    O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, reiterou neste domingo (23) que não descarta a possibilidade de comprar mísseis do Irã para defender seu país de agressões "imperialistas".

    "Tendo o Irã tremenda tecnologia militar, comprar do Irã foguetes e mísseis de curto, médio e longo alcance para nos defendermos das ameaças imperialistas me pareceu uma boa ideia, [por isso] dei a ordem ao ministro da Defesa Vladimir Padrino que avalie todas as potencialidades e possibilidades, e se for possível e conveniente, compraremos esses mísseis no momento certo", disse Maduro em entrevista ao canal de televisão estatal Venezolana de Televisión.

    Maduro disse que estudará essa possibilidade após seu homólogo colombiano, Iván Duque, o acusar de negociar com o Irã a compra de mísseis.

    "Quando escutei Iván Duque em sua tentativa de desviar a atenção dos reais problemas da Colômbia, os massacres, os assassinatos, a pandemia, a crise social e econômica que Iván Duque está piorando, os falsos positivos e a corrupção de Álvaro Uribe Vélez. Quando vi Iván Duque, a primeira coisa que pensei foi que ele está tratando de desviar a atenção, atacando a Venezuela para encobrir a realidade colombiana", disse Maduro.

    O presidente disse que deu ordem ao ministro da Defesa, Vladimir Padrino López, para avaliar todas as opções e realizar a compra, se for possível e conveniente. Maduro destacou que Duque é "capaz de tudo", mas que confia na capacidade defensiva das Forças Armadas de seu país.

    "Duque é uma pessoa muito suja, vão 35 massacres neste ano, já assassinaram mais de 250 líderes de direitos humanos, mais de 200 ex-combatentes da Força Armada Revolucionária da Colômbia (FARC) que firmaram a paz. Não é segredo que a pandemia extravasou por irresponsabilidade", apontou o presidente da Venezuela.

    Duque alertou no dia 20 de agosto que há informações de organizações internacionais de inteligência que apontam a possível compra de mísseis iranianos "de médio e longo alcance" pela Venezuela.

    Mais:

    Teerã afirma que combustível apreendido pelos EUA pertence à Venezuela
    COVID-19: ajuda humanitária russa com mais de 43 mil testes chega à Venezuela (FOTOS)
    Venezuela e Bielorrússia sofrem ataques similares, diz chanceler venezuelano
    Colômbia acusa Venezuela de querer obter mísseis de longo alcance através do Irã, mas Caracas nega
    Oposição na Bielorrússia repete cenário da Venezuela ao exigir a saída de Lukashenko, diz Lavrov
    Tags:
    compra, defesa, mísseis, Irã, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar