14:54 20 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Coronavírus no mundo em meados de agosto (58)
    1130
    Nos siga no

    O México está na lista dos países que demonstraram interesse em adquirir a vacina russa Sputnik V contra a COVID-19.

    Além disso, os mexicanos têm interesse em colaborar na fase três da vacina que avaliará sua efetividade.

    De acordo com a página oficial da vacina, "mais de 20 países expressaram interesse em adquirir a Sputnik V, incluindo os Emirados Árabes Unidos, Arábia Saudita, Indonésia, Filipinas, Brasil, México e Índia".

    Jorge Baruch Díaz Ramírez, porta-voz da Comissão de Especialistas da COVID-19 na Universidade Nacional Autônoma do México, revelou que a Secretaria de Relações Exteriores trabalha para que o México seja um dos países a colaborar na fase três da vacina Sputnik V.

    Díaz Ramírez também explicou que a vacina russa se junta a outras que também estão em testes e todas seguem em fase de pesquisa.

    "Estamos sendo incluídos dentre os candidatos, graças aos esforços da Secretaria de Relações Exteriores, para colocar o México como um dos candidatos a participar nos estudos da fase três da vacina Sputnik V", observou Díaz Ramírez em entrevista ao site Projeto Ponte.

    Anteriormente, o México havia entrado em contato com Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo) para adquirir o remédio Avifavir para tratar os pacientes com COVID-19.

    "O Avifavir foi comprado não apenas pelos vizinhos da Rússia, Bielorrússia e Cazaquistão, mas também pela Colômbia, Bulgária, Arábia Saudita, bem como pelo Brasil, Peru e México, além de mais outros 50 países que apresentaram solicitações de compra", afirmou o diretor do RFPI, Kirill Dmitriev.

    Produção da primeira vacina do mundo contra COVID-19 na Rússia.
    © Sputnik / Assessoria de imprensa do RFPI
    Produção da primeira vacina do mundo contra COVID-19 na Rússia.

    Por sua vez, o presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, expressou que seu governo estava disposto a estabelecer relações com a Rússia em tudo que esteja relacionado com a pandemia.

    "Nós estamos abertos a participar com qualquer país neste tema, em tudo, ainda mais em algo que tenha a ver com a saúde de nosso povo. Dessa forma, esta oferta do governo russo foi recebida com muito prazer e desde já estamos dispostos a estabelecer comunicação", afirmou o presidente mexicano.

    O presidente russo, Vladimir Putin, anunciou na terça-feira (11) a aprovação da primeira vacina contra a COVID-19, Gam-COVID-Vac, apelidada de Sputnik V em homenagem ao satélite espacial soviético.

    Tema:
    Coronavírus no mundo em meados de agosto (58)

    Mais:

    Centro Gamaleya, desenvolvedor de vacina russa, explica como funciona e se há riscos para o paciente
    Vacina russa contra COVID-19 mostra 'resposta imunológica inequívoca' em todos os voluntários
    Primeira vacina do mundo contra COVID-19 será registrada na Rússia na próxima semana
    Tags:
    México, Rússia, COVID-19, novo coronavírus, vacinação, vacina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar