19:36 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    390
    Nos siga no

    A produção de petróleo nos Estados Unidos caiu quase 17% em maio em relação ao mês anterior, o maior declínio mensal registrado desde 1980, informou a Administração de Informação Energética dos Estados Unidos (EIA, na sigla em inglês).

    "A produção de petróleo diminuiu nos Estados Unidos em maio de 2020 em 1,99 milhão de barris por dia, a maior queda mensal desde pelo menos janeiro de 1980 [...] Essa queda superou a queda recorde anterior em setembro de 2008, quando os furacões Gustav e Ike fizeram com que a produção caísse 1,03 milhão por dia", afirma a EIA. 

    O tombo de 16,6% na produção de maio, na comparação com abril, marca a sexta queda mensal consecutiva na produção de petróleo e a terceira queda desde a declaração de emergência nacional por conta da pandemia de COVID-19.

    Além disso, a produção de gás natural dos Estados Unidos em maio diminuiu 5,9 bilhões de pés cúbicos por dia, ou 5,3%, na comparação com abril. É a segunda maior queda mensal já registrada e perde apenas para os números de setembro de 2008.

    Mais:

    'Não nos renderemos': Teerã promete produzir mais petróleo apesar das sanções dos EUA, diz ministro
    Água e petróleo da Terra vieram do espaço, teorizam cientistas (VÍDEO)
    Interesse no petróleo do Brasil seguirá alto na Ásia, diz ex-presidente da ANP
    COVID-19 teria provocado 'destruição permanente da demanda' do petróleo?
    Síria acusa EUA de roubarem petróleo através de acordo com rebeldes curdos
    Tags:
    queda, petróleo, produção, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar