12:18 20 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    230
    Nos siga no

    Nesta segunda-feira (3), o chefe de segurança cibernética do Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos, Christopher Krebs, afirmou que o país instalou sistemas de detecção de fraude eleitoral em seus 50 estados.

    Krebs afirmou ainda, durante um evento virtual, que os EUA estão em melhores condições para frustrar fraudes eleitorais ou interferências deliberadas nas eleições presidenciais de 2020. As eleições deste ano terão uma disputa entre o democrata Joe Biden e o republicano Donald Trump, que tenta a reeleição.

    "Temos uma prática vibrante de segurança nas eleições [...] com sistemas de detecção de interferência implementados em 50 estados", disse Krebs em uma entrevista virtual realizada pelo Wilson Center nesta segunda-feira (3).

    Na semana passada, oficiais de inteligência dos EUA realizaram briefings classificados sobre segurança nas eleições para membros da Câmara. A palestrante Nancy Pelosi disse na sexta-feira (31) que a comunidade de inteligência informou aos legisladores que a Rússia está se intrometendo nas eleições norte-americanas, como fizeram em 2016.

    Donald Trump faz discurso de 4 de julho na Casa Branca
    © AP Photo / Patrick Semansky
    Donald Trump faz discurso de 4 de julho na Casa Branca

    A Rússia negou repetidamente quaisquer interferências no sistema político dos EUA, dizendo que tais atos são contrários aos princípios da política externa do país.

    Mais:

    Trump sugere adiar eleições presidenciais dos EUA devido à COVID-19
    Biden avisou: democrata alertou em abril que Trump tentaria adiar eleições nos EUA
    Caso Biden vença, Bolsonaro pode ter problemas com EUA e China ao mesmo tempo, diz analista
    Tags:
    Nancy Pelosi, Departamento de Segurança Interna dos EUA, Joe Biden, Donald Trump, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar