03:13 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    577
    Nos siga no

    Uma extensão totalizando cerca de 386 quilômetros do muro na fronteira entre Estados Unidos e México está pronta, segundo afirmou o presidente norte-americano Donald Trump.

    Como de praxe, Trump usou uma conta em redes sociais para realizar o anúncio.

    Nós construímos 240 milhas [cerca de 386 quilômetros] novos do muro fronteiriço em nossa fronteira sul. Nós teremos mais de 450 milhas [cerca de 740 quilômetros] construídas até o final deste ano. Estabelecemos alguns dos melhores números de fronteira de todos os tempos. Os democratas radicais de esquerda querem as fronteiras abertas a todos, incluindo muitos criminosos, para que entrem no país!

    Veículo da patrulha norte-americana de fronteira avança ao longo da cerca entre EUA e México
    © AP Photo / Guillermo Arias
    Veículo da patrulha norte-americana de fronteira avança ao longo da cerca entre EUA e México

    A construção do muro na fronteira com o México é uma das principais promessas de campanha de Donald Trump. O presidente norte-americano repetiu diversas vezes ao longo de sua trajetória desde a candidatura até a Casa Branca que a construção do muro impediria a imigração ilegal, além do tráfico humano e de drogas.

    Inicialmente, a promessa de Trump era ainda mais radical, e incluía obrigar o México a pagar pela construção do muro, direta ou indiretamente, uma vez que o presidente considera que o governo mexicano tem responsabilidade em relação aos imigrantes ilegais que atravessam a fronteira para viver nos EUA.

    Crianças de imigrantes ilegais que foram presos ao tentar entrar nos EUA são separadas das famílias e colocadas em jaulas.
    © AP Photo / U.S. Customs and Border Protection's Rio Grande Valley Sector
    Crianças de imigrantes ilegais que foram presos ao tentar entrar nos EUA são separadas das famílias e colocadas em jaulas.

    Apesar disso, essa parte da promessa não se realizou. Trump, porém, introduziu diversas medidas de restrição à imigração nos EUA e chegou a fechar o governo para exigir o financiamento para a construção do muro.

    O partido dos democratas se opõe ao projeto e acusa o presidente norte-americano de racismo e xenofobia, mantendo postura crítica em relação ao financiamento do projeto de Trump. Os democratas sustentam que Trump criou uma falsa crise de imigração para obter vantagens políticas.

    O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador (à esquerda) e o presidente dos Estados Unidos (Donald Trump), assinam declaração conjunta na Casa Branca, em 8 de julho de 2020.
    © AP Photo / Evan Vucci
    O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador (à esquerda) e o presidente dos Estados Unidos (Donald Trump), assinam declaração conjunta na Casa Branca, em 8 de julho de 2020.
    Na semana passada Trump esteve com o presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, em Washington, para celebrar a assinatura de um acordo comercial entre os dois países e o Canadá. Apesar das expectativas, os presidentes de México e EUA não discutiram a polêmica em torno do muro fronteiriço e assinaram uma declaração conjunta de compromisso para cooperação comercial e de segurança.

    Mais:

    Trump reitera desejo de deportar imigrantes ilegais sem procedimentos judiciais
    Trump: 'Democratas podem encerrar fechamento do governo facilmente aprovando muro'
    Acordo comercial garante que México pagará pelo muro, declara Trump
    Presidente mexicano rechaça discutir muro de Trump
    México congela contas de empresas sancionadas pelos EUA por comércio de petróleo da Venezuela
    Tags:
    Donald Trump, Andrés Manuel López Obrador, México, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar