15:10 25 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    667
    Nos siga no

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou uma reforma migratória baseada em méritos que levará imigrantes sem documentos, que entraram como menores de idade no país, ao caminho da cidadania.

    "Vou assinar, nas próximas semanas, um projeto de lei de imigração [...] farei uma grande ordem executiva", afirmou o mandatário norte-americano em uma entrevista ao Noticias Telemundo.

    Segundo Trump, trata-se de um "projeto de lei baseado em méritos que incluirá a Ação Diferida para Chegados na Infância [DACA, na sigla em inglês]", que até o momento protegeu da deportação 700 mil jovens migrantes nos Estados Unidos.

    "Um dos aspectos do projeto de lei será a DACA, incluirá um caminho para a cidadania", destacou. Em um comunicado posterior, a Casa Branca confirmou o anúncio de Trump.

    "O presidente está trabalhando em uma ordem executiva que implantará um sistema baseado em méritos para continuar protegendo os trabalhadores nos Estados Unidos", diz o texto, além de afirmar que o presidente está disposto a colaborar com o Congresso sobre este tema.

    Ao mesmo tempo a nota salienta que Trump não prevê decretar uma anistia pela travessia ilegal da fronteira.

    Em junho, o líder norte-americano informou que sua administração apresentaria em breve documentos para anular o programa DACA, criado em 2012 durante a presidência de Barack Obama.

    Mais:

    Trump diz que imigração nos EUA ficará suspensa por 2 meses
    'Perda de tempo': irmã não crê em novo encontro de Kim Jong-un com Trump
    EUA aproximam mundo de uma guerra nuclear por 'vitória' e desprezo a acordos, diz Lavrov
    Tags:
    Estados Unidos, cidadania, imigrantes ilegais, fronteira, imigração, Donald Trump
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar