14:25 14 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    1185
    Nos siga no

    O Museu de História Natural de Nova York irá retirar de sua entrada uma estátua do ex-presidente estadunidense Theodore Roosevelt considerada racista em relação aos negros e aos povos nativos.

    O anúncio foi feito neste domingo (21) pelo prefeito da cidade norte-americana, Bill de Blasio. O monumento retrata Roosevelt andando a cavalo com um indígena e um homem negro caminhando ao lado do animal.  

    Segundo os críticos, a estátua de bronze, no local desde 1940, simboliza discriminação racial e a usurpação colonial das terras dos indígenas. 

    "O Museu Americano de História Natural solicitou a remoção da estátua de Theodore Roosevelt porque ela explicitamente retrata os povos indígenas e negros como subjugados e racialmente inferiores", disse o prefeito por meio de um comunicado, segundo publicado pela agência AP. 

    'É o momento certo'

    "A prefeitura apoia o pedido. É a decisão e o momento certo para remover essa estátua problemática", acrescentou. 

    O museu, por sua vez, disse que a instituição estava "profundamente comovida" pelo "movimento por justiça racial" surgido após a morte de George Floyd. 

    "Embora a estátua seja de propriedade da cidade, o museu reconhece a importância de tomar uma posição neste momento", disse a instituição, que não informou quando o monumento será retirado. 

    A onda de protestos que se seguiu ao assassinato do homem negro em Minneapolis provocou a retirada nos EUA e em outros países do mundo de várias estátuas apontadas como racistas, sejam derrubadas por manifestantes ou removidas por instituições. 

    'Símbolos do racismo'

    "Também vimos como a atenção do mundo e do país se voltam cada vez mais para estátuas e monumentos como símbolos poderosos e prejudiciais do racismo sistêmico", afirmou o museu. 

    Além de ser o 26º presidente dos Estados Unidos, Theodore Roosevelt foi governador de Nova York. Seu pai foi um dos fundadores do Museu de História Natural de Nova York. 

    No sábado (21), a estátua de Junípero Serra, um padre missionário espanhol, foi derrubada por manifestantes indígenas no centro de Los Angeles. O franciscano, que viveu no século 17, fundou nove das 21 missões na Califórnia, nas quais os indígenas eram obrigados a se converter ao catolicismo. 

    Na sexta-feira (20), outra estátua do frade foi derrubada na Califórnia, em São Francisco.

    Mais:

    Manifestantes derrubam estátua de traficante de escravos no Reino Unido e a jogam em rio (VÍDEO)
    Polícia diz que incêndio em estátua da Havan em São Carlos foi criminoso
    Manifestantes derrubam, tacam fogo e jogam em lago estátua de Cristóvão Colombo nos EUA (FOTOS)
    Tags:
    discriminação racial, indígenas, racismo, presidente, Califórnia, EUA, estátua, Theodore Roosevelt
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar