07:30 03 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    5319
    Nos siga no

    Equipe de trabalho nomeada pelo líder oposicionista venezuelano Juan Guaidó inaugurou embaixada de seu país em La Paz que deverá atender ao público na Bolívia.

    A inauguração se deu como fruto de um processo de reestruturação da missão diplomática venezuelana após a chanceler boliviana Karen Longaric ter anunciado a ruptura do governo interino de seu país com o governo do presidente venezuelano Nicolás Maduro.

    Sendo assim, o então corpo diplomático de Maduro foi expulso do país, enquanto a Bolívia solicitou a presença de representantes de Guaidó em La Paz, informou o Infobae.

    Para o cargo de embaixador foi escolhido Winston Flores, o qual ainda em abril entregou credenciais à chanceler boliviana.

    Desta forma, o posto estará aberto para atendimento ao público, seguindo as normas da quarentena diante o contexto da pandemia.

    Afastamento boliviano

    Desde a saída de Evo Morales da presidência da Bolívia, o país sul-americano tomou passos contrários às medidas de aproximação com a Venezuela.

    Além da ruptura com Maduro, La Paz abandonou a Aliança Bolivariana (ALBA, na sigla em espanhol) idealizada pelo ex-presidente venezuelano Hugo Chávez.

    Mais:

    México congela contas de empresas sancionadas pelos EUA por comércio de petróleo da Venezuela
    Maduro acusa líder da Colômbia de 'supervisionar' mercenários para incursões na Venezuela
    Tribunal Superior Eleitoral da Bolívia adia eleição geral por causa da COVID-19
    Tags:
    Evo Morales, Bolívia, Nicolás Maduro, Venezuela, Juan Guaidó
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar