19:13 27 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Situação do mundo com COVID-19 em meados de junho (50)
    0 40
    Nos siga no

    Nas últimas 24 horas, o Chile registrou 6.754 novos casos de contaminação pelo novo coronavírus, o número recorde no país, e 222 mortes.

    No total, o país contabiliza 2.870 óbitos pelo coronavírus. Chile é o 13º em número de casos no mundo, com 160.846 contaminados, segundo a Universidade Johns Hopkins. O número de recuperados é de cerca de 134 mil.

    O ministro da Saúde do Chile, Jaime Mañalich, afirmou que o mês de junho promete ser o mais difícil.

    "Foram 100 dias difíceis, de muito sacrifício, de muito trabalho e também de muita solidariedade e generosidade. De fato, o que essa pandemia significou para os cidadãos, não apenas do Chile, mas de todo o mundo, vai marcar a história do século 21 claramente, e ainda nem temos uma antecipação de como será o mundo pós-COVID", disse Mañalich, citado pela Agência Brasil.

    O subsecretário de Redes de Assistência, Arturo Zúñiga, informou que as 222 mortes registradas nas últimas 24 horas correspondem a falecimentos dos últimos quatro dias, pois são contabilizadas pela data da certidão de óbito no Registro Civil.

    Entre os 6.754 novos casos confirmados, 6.217 pacientes tinham sintomas e 537 eram assintomáticos. Atualmente há 1.647 pacientes hospitalizados em unidades de terapia intensiva, sendo que 1.391 estão com ventilação mecânica e 372 em estado grave.

    Nas últimas 24 horas, foram feitos 18.733 testes para detectar a doença. No total, o Chile já realizou 799.776 testes.

    Tema:
    Situação do mundo com COVID-19 em meados de junho (50)

    Mais:

    Em meio à pandemia, Chile pede US$ 23,8 bilhões ao FMI
    Chile promulga lei que reduz salários de políticos do país
    Tags:
    COVID-19, Chile
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar