12:05 25 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    0 02
    Nos siga no

    Os Estados Unidos reabriram nesta quarta-feira (10) seu consulado na Groenlândia, como parte de um esforço contínuo para aumentar a cooperação com aliados no Ártico, disse o secretário de Estado americano, Michael Pompeo.

    "Tenho orgulho de celebrar a reabertura do consulado dos Estados Unidos em Nuuk, na Groenlândia, em 10 de junho de 2020, refletindo o compromisso da América de aprofundar nossa cooperação com o povo da Groenlândia e de todo o Reino da Dinamarca", declarou Pompeu em comunicado.

    De acordo com o secretário de Estado norte-americano, a presença da missão dos EUA em Nuuk aumentará a "prosperidade" compartilhada com os dinamarqueses, enquanto trabalham com outros parceiros para "garantir a estabilidade e a sustentabilidade do desenvolvimento na região". 

    ​A nova manobra diplomática da Casa Branca ocorre cerca de dez meses depois de uma polêmica criada pelo presidente Donald Trump ao manifestar o interesse de adquirir o território da Groenlândia, pertencente ao Reino da Dinamarca. Na ocasião, a proposta foi recebida como um insulto por parte da elite política dinamarquesa, que, coincidentemente ou não, colocou a região como prioridade máxima da segurança nacional no final do ano passado.

    Mais:

    Após querer comprar a ilha, Trump recebe diplomatas da Groenlândia para discutir presença no Ártico
    Antiga base nuclear dos EUA pode provocar sérios danos na Groenlândia
    Estabelecimento americano no Ártico: para que EUA darão dinheiro à Groenlândia?
    Tags:
    Donald Trump, diplomacia, relações bilaterais, missão diplomática, consulado, América, Dinamarca, Mike Pompeo, Groenlândia, EUA, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar