04:49 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    361
    Nos siga no

    As ações dos EUA, que tentam impedir a chegada de mais petroleiros ao país em meio à pandemia, "são um ataque a todos os venezuelanos", afirmou Jorge Arreaza.

    O ministro venezuelano das Relações Exteriores, Jorge Arreaza, qualificou de "criminosas" as ações dos EUA, que impedem a chegada de petroleiros à Venezuela para exportar petróleo, citando fonte da agência Reuters.

    Mais provas concretas da agressão criminosa de Washington. Eles atacam o coração da economia venezuelana para impedir o país de obter renda para importar alimentos, remédios e suprimentos, e o fazem em meio à pandemia. Isto é um ataque a todos os venezuelanos.

    Segundo informou a Reuters, pelo menos dois petroleiros que iam para a Venezuela para carregar petróleo bruto foram obrigados a retornar, e outros três navios se afastaram das águas venezuelanas depois que os Estados Unidos indicaram que estavam considerando a possibilidade de adicionar dezenas de navios petroleiros às listas de sanções.

    Na semana passada, os Estados Unidos impuseram sanções contra quatro entidades e quatro petroleiros que navegavam sob as bandeiras do Panamá, Bahamas e Ilhas Marshall por sua suposta participação no comércio petrolífero da Venezuela.

    A Venezuela obteve recentemente um grande carregamento de gasolina e componentes necessários para produzi-la, proveniente do Irã. Todos os navios iranianos tiveram escolta militar venezuelana depois que os Estados Unidos disseram estar ponderando medidas em resposta às entregas. Além disso, na segunda-feira (8) Caracas recebeu ajuda humanitária por parte de Teerã.

    As sanções impostas pelos EUA em meio à crise política e econômica na Venezuela têm impactado fortemente o país.

    Mais:

    EUA consideram sancionar mais de 40 petroleiros por envolvimento com Venezuela, diz Reuters
    Poderiam EUA dificultar regresso dos petroleiros iranianos da Venezuela?
    Teerã diz estar pronta para continuar envio de petróleo à Venezuela se Caracas solicitar
    Dois navios desistem de entregar petróleo do Irã à Venezuela após ameaças de sanções dos EUA
    Tags:
    Irã, Jorge Arreaza, Venezuela, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar